Régis Governo

Prefeitura gastou R$ 8 milhões na Fundação de Cultura e R$540 mil na Assistência Social

Por Sylma Lima03 DEZ 2018 - 10h10min
Fundação de Cultura funciona em imóvel alugado. Foto: Victor Viegas

O total gasto na Prefeitura Municipal de Corumbá através da Fundação de Cultura e do Patrimônio Histórico, comandada por Joilson Silva da Cruz, foi de R$ 8.388.057,24. Este foi o valor corresponde aos meses de janeiro a novembro de 2018.

Os gastos na Fundação de Cultura estão disciplinados em planilhas, sendo que só com a empresa K.S.M Estrutura Para Eventos foram repassados o valor de R$ 975.550,00, já a empresa Malo Alimentação embolsou o valor de R$ 584.536,60, a Empresa de Segurança Privada MG Segurança o valor de R$ 249.084,00 e a empresa ED Som Produções Ltda o valor de R$ 554.601,89.

A Fundação de Cultura é responsável por contratos com empresas, artistas, para eventos diversos com fomenta a cultura e artes da região. Recentemente, foi realizado o evento “Pantanal Extremo” com diversas modalidades e entrega de prêmios.

O principal evento da cidade é o Carnaval que é considerado o melhor o estado. No início deste ano a Fundação de Cultura repassou para a festa de Carnaval de Corumbá os seguintes valores: Para a Liga Independente de Escolas de Samba de Corumbá o valor de R$ 330.000,00, para a Liga Independente de Blocos de Carnaval o valor de R$ 110.000,00, e para a União dos Cordões Carnavalescos de Corumbá o valor de R$ 40.000,00.

Secretaria de Assistência Social

No mesmo período de janeiro a novembro de 2018 a Secretaria Municipal de Assistência Social investiu no setor social apenas 6,43% do valor gasto pela Fundação de Cultura.

LPrefeito Iunes e o secretário Joilson Santana (direita) , Foto: PMC

Ou seja, apenas o valor de R$ 540.147.95 com despesas junto ao Banco do Brasil, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), Caixa Econômica Federal, INSS, Empresa de Telefonia OI, Sanesul, Energisa, etc. Constam ainda vários nomes de pessoas físicas que receberam dinheiro da Assistência Social, como da senhora Maria Aparecida Severino da Silva Atalla que recebeu R$ 30.000,00, de Lília Maria Gouveia Bezerra o valor de R$ 4.410,00.

Ou seja, a Prefeitura de Corumbá gastou só na Fundação de Cultura com a empresa a empresa Malo Alimentação valores maiores de que todo o orçamento a Assistência Social. A Malo Alimentação recebeu dos cofres públicos a quantia de R$ 584.536,60. As empresas K.S.M Estrutura Para Eventos e a empresa ED Som Produções Ltda também receberam valores maiores de que todo o investido na Assistência social que foi apenas R$ 540.147.95 de janeiro a novembro deste ano.

A Secretaria de Assistência Social é comandada por Glaucia Antonia Fonseca dos Santos Iunes, cunhada do Prefeito Marcelo Iunes ( PSDB) e alvo de investigação do Ministério Público de Corumbá por suspeita de nepotismo.

A dotação orçamentária atualizada das Secretarias, Agência e Fundações da Prefeitura de Corumbá para o ano de 2018, conforme informação da Prefeitura no Portal da Transparência, é de R$ 10.066.526,75 para a Fundação de Cultura e R$ 690.887,00 para a Secretaria de Assistência Social. O valor do orçamento para a Secretaria de Saúde é no total de R$ 146.507.776,96, depois os gastos com o Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores com R$ 78.000,00, gastos com o FUNDEB no valor de R$ 58.500.000.00, seguido da Secretaria de Educação com R$ 49.679.029,38, depois a Secretaria Municipal de Finanças e Gestão no total de R$ 42.286.901,53.

A Fundação do Meio Ambiente do Pantanal tem previsão de gasto em 2018 no total de R$ 4.569.000,00, Fundação do Turismo do Pantanal o valor de R$ 3.552.573,70, Fundação de Esportes R$ 4.168.270,00. Até a Agência Municipal Portuária – AGEMP, tem valor previsto de gasto acima da Assistência Social, no total de R$ 779.481,00.

A previsão inicial de investimento na área social junto a Secretaria de Assistência Social era de R$ 739.000,00, mas teve reduzido o valor em R$ 48.1130,00, perfazendo então o valor previsto de dotação para 2018 em R$ 690.887,00. Este valor, dentre as 25 despesas por unidades do exercício de 2018, é o 21º colocado em prioridades e investimentos.

A Câmara Municipal tem previsão de gastos para 2018 no total de 17 milhões de reais para despesas com 15 vereadores e corpo administrativo de funcionários comissionados e concursados.

Deixe seu comentário

Leia Também

Educação

Vereador pede recuperação de estrutura física de escolas da Reme

Refis

Contribuinte tem até sexta-feira para quitar débito de ICMS com desconto de até 90%

Sócios do Pcc

Grupos terroristas lucram com contrabando e tráfico na fronteira

Contrabando

Grupo de repressão da Receita combate descaminho e pirataria em Corumbá

Operação Boas Festas

Em 24 horas equipes do 6º Batalhão e Polícia Militar prendem 7 indivíduos foragidos da justiça

Operação Boas Festas

Equipe do 6º Batalhão e Polícia Militar prende autores por tráfico de drogas

Política

Senador eleito é réu em ações de improbidade de mais de 2 bilhões de reais