Governo - Campanha HPV

PMA prende e autua quatro por exploração de madeira em área protegida

Por Kamilla Marques14 JUN 2018 - 09h24min
PMA prende e autua em R$ 21 mil quatro infratores por exploração de madeira em área protegida por leiFoto: Divulgação PMA

Em uma operação no município de Nova Andradina, Policiais Militares Ambientais de Batayporã prenderam nesta quarta-feira (13) à tarde, quatro proprietários rurais por exploração ilegal de madeira em área protegida. A PMA flagrou na reserva legal coletiva (área protegida) do Assentamento São João, os quatro infratores derrubando árvores nativas para a exploração da madeira, sem autorização ambiental.

Os quatro homens de 35, 36, 44 e 50 anos, domiciliados no assentamento, realizaram o corte das árvores da espécie faveiro, com uso de uma motosserra e retiravam as toras com uso de um trator. As atividades foram paralisadas e oito toras de madeira, um trator e uma motosserra foram apreendidos.

Os infratores foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina e responderão por crime ambiental, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção. Os proprietários rurais também foram autuados administrativamente e multados em valor total R$ 21.000,00.

Deixe seu comentário

Leia Também

Acessibilidade

Vereador pede ao Governo, recuperação de calçada de escola estadual

Educação

Com diretores da REME, Prefeitura celebra Dia dos Professores

Meio ambiente

PMA realiza soltura de jacaré-de-papo-amarelo capturado por bombeiros

Economia

MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma

Acessibilidade

Solicitada recuperação de passarela de acesso a escola em Porto Esperança

Geral

Dois morrem afogados em córrego e amigos usam anzol para encontrar corpos

Geral

Depois de alerta de emergência, Rio Miranda volta ao nível normal