Matrículas - Sesi

Michel Temer visita Pantanal para participar do II Encontro Carta Caiman

Por Correio do Estado21 OUT 2017 - 10h03min
Helicóptero presidencial levará Michel Temer de Campo Grande para Miranda.Foto: Paulo Ribas / Correio do Estado

O presidente Michel Temer (PMDB) está em Mato Grosso do Sul neste sábado, 21, para participar do II Encontro Carta Caiman. A agenda dele no Estado está prevista para durar cerca de três horas. 

O evento acontece no Refúgio Ecológico Caiman e terá a presença de várias autoridades entre ministros, senadores, deptuados federais e estaduais e governadores de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. 

Na oportunidade serão apresentadas os resultados do plano de trabalho que discutiu a unificação das ações entre os estados que abrangem o Pantanal. Os dados serão debatidos após um ano de acordo.  

Ainda na ocasião, o senador Pedro Chaves (PSC) apresentará ao presidente a proposta de criação do Fundo do Pantanal que prevê a definição de regras de gestão e proteção ao bioma pantaneiro. A ação visa captar  doações e um percentual de financiamentos para atividades agrícolas na região da Bacia do Alto Paraguai. 

Os recursos do fundo, segundo Pedro Chaves, serão investidos em ações de conservação, prevenção, monitoramento e combate à degradação dos recursos hídricos, além da promoção da conservação e do uso sustentável do Pantanal. 

Além do presidente e do senador Pedro Chaves, deverão estar no encontro, o ministro do Meio Ambiente exonerado ontem, José Sarney, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), a prefeita de Miranda, Marlene Bossay (PMDB), o deputado federal Carlos Marun (PMDB) e outros.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Fuga

Interno não consegue entrar com celular e foge do semiaberto

Serviço

Testes na nova ETA de Ladário pode causar falta de água até sábado (25)

Otimismo

Aumenta vagas de emprego no comércio de MS

Comunicado

Prorrogada publicação dos classificados no processo seletivo da Fundtur

Educação

Governo finaliza compra de uniformes, kits e merenda escolar para 2018

Economia

Com R$ 1,6 bilhão de MS, volume contratado do FCO em 2017 já é recorde histórico no País

Conflito territorial

Fazenda Baía da Bugra em Porto Esperança é invadida por indígenas