Menu
sábado, 16 de fevereiro de 2019
Andorinha promoção 2019 (Grande 1260x100)
Andorinha Promoção 2019 - Mobile
Geral

Bombeiro prende médico que se recusou a receber paciente em UPA

14 setembro 2018 - 09h50Campo Grande News

Um médico de 31 anos recebeu voz de prisão do Corpo de Bombeiros após se recusar a receber uma paciente de 34 anos na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário, na Avenida Guaicurus, em Campo Grande. O episódio aconteceu por volta das 23h30 de ontem (13).

Conforme boletim de ocorrência, o Corpo de Bombeiros foi acionado para transportar uma mulher que estava com a coluna travada em casa até o posto de saúde. Foi feita a regulação na central de vagas e os bombeiros foram orientados pela médica reguladora a levar a paciente até o posto do Universitário com a senha para atendimento número 1.117.

Ao chegar à unidade, os militares foram recebidos pelo médico dizendo que não iria receber ninguém pois o local estava lotado. No entanto, o sargento de 33 anos informou que havia feita a regulação e tinha a senha. O médico, então, foi consultar alguém por telefone e retornou dizendo que era para levar a paciente à UPA das Moreninhas e que o bombeiro seria comunicado pela central de regulação.

Situação que não ocorreu. O bombeiro pediu para o profissional avaliar a paciente. O que foi ignorado. O militar, então, alertou o médico que se ele não atendesse a paciente iria preso por omissão de socorro. Mas uma vez, foi negado o atendimento. Foi quando foi dada a voz de prisão.

O médico não quis acompanhar a equipe até a delegacia. Porém, a Polícia Militar foi acionada e levou o profissional para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, onde o caso foi registrado. Após a prisão, a paciente foi recebida pela equipe da unidade da Guaicurus. 

Questionada, a assessoria de imprensa da Sesau (Secretária Municipal de Saúde) informou que após ser comunicada pela Polícia Civil sobre a situação, vai abrir procedimento administrativo para verificar se houve ou não negligência ou omissão de socorro. A ordem é para que todo os pacientes sejam recebidos nas unidades de saúde. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Convocados na 3ª chamada do Sisu devem fazer a matrícula no IFMS nesta sexta-feira
Serviços Públicos
Câmara reativa aplicativo WhatsApp para atender população corumbaense
Lançamento carnaval 2019
Carnaval terá shows nacionais de Tattau e Terra Samba
Incêndio
Casa pega fogo enquanto mãe leva filhos na escola
Entupimento do canal
Bombeiros enfrentam ‘baceiro’ para resgatar jovem doente no Taquari
Choque violento
Fuzileiro naval e companheira morrem ao bater moto em traseira de caminhão
Barragem
MPF pede nova vistoria em barragens de Corumbá
Barragens
Imasul apresenta relatório da vistoria da força-tarefa em barragens de Corumbá
Arquive-se
MP publica primeira relação de arquivamento em massa de investigações
Portal da Transparência
Prefeito de cidade do MS assina compromisso com o MP de aplicar a lei

Mais Lidas

Choque violento
Fuzileiro naval e companheira morrem ao bater moto em traseira de caminhão
Lesão corporal grave
Homem espancado na saída de pagode tem perdas de dentes e traumatismo craniano
Justiça
Acusada de ‘mensalinho’ pastora Lilian consegue benefício de prisão domiciliar
Policial
Polícia recupera tv furtada e devolve para proprietária em Ladário