Governo - Campanha HPV

Bispo do PRB de Dourados é o vice na chapa do juiz Odilon de Oliveira

Por Campo Grande News05 AGO 2018 - 11h36min
A legenda cravou a escolha de Marcos Antonio na noite deste sábado (4) após reunião da Executiva pedetistaFoto: Divulgação

O bispo Marcos Antonio Camargo Vitor, 53, da Igreja Sara Nossa Terra em Dourados, a 233 km da Capital, foi escolhido como candidado a vice-governador da chapa do juiz Odilon de Oliveira (PDT). A escolha foi cravada na noite de sábado (4).

Adverting

“Creio que temos hoje o reconhecimento e o carinho da comunidade”, comentou o bispo. Na tarde de sábado a legenda já havia anunciado que o nome para vice seria escolhido entre o casal de bispos. A esposa do bispo, Adriana Lagemann Camargo Vitor, também foi um nome levantado.

“Estamos contentes com o nome do bispo Marcos Vitor, que vai contribuir muito com nosso projeto para construir um Estado justo e comprometido com a dignidade das pessoas. Contamos com a sensibilidade e a vontade da população em escolher um projeto novo e diferente para Mato Grosso do Sul”, declarou Odilon.

Segundo a assessoria de imprensa do candidato, o presidente estadual do PRB, Wilton Acosta, afirma que a escolha ocorreu porque Marcos “é um grande líder cristão na região de Dourados e está mais bem preparado para encarar esse desafio”.

“O bispo Marcos exerce forte liderança junto ao segmento evangélico da região e cumprirá melhor essa função”, comentou.

O bispo é natural de Campo Grande e foi criado em Bandeirantes. Ele serviu ao Exército e chegou a sargento. Em 1991 decidiu se dedicar exclusivamente à igreja.

Reunião Executiva – Durante a reunião executiva do partido, Odilon também comentou o imbróglio envolvendo a indicação e posterior destituição de Keliana Fernandes (Pros) da vaga de vice. Anunciada na tarde de quinta-feira (2) como sua parceria de chapa, ela teve o nome retirado na sequência, conforme indicação da Direção Regional do PDT.

“Tínhamos a aliança com o Pros e houve a indicação da Keliana, mas não teve uma aceitação muito boa pela sociedade, por alguns segmentos. Então fizemos a reflexão e infelizmente o próprio Pros se retirou da aliança, automaticamente retirando a possibilidade de participação da Keliana e concretizando o novo cenário”, comentou.

Deixe seu comentário

Leia Também

Acessibilidade

Vereador pede ao Governo, recuperação de calçada de escola estadual

Educação

Com diretores da REME, Prefeitura celebra Dia dos Professores

Meio ambiente

PMA realiza soltura de jacaré-de-papo-amarelo capturado por bombeiros

Economia

MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma

Acessibilidade

Solicitada recuperação de passarela de acesso a escola em Porto Esperança

Geral

Dois morrem afogados em córrego e amigos usam anzol para encontrar corpos

Geral

Depois de alerta de emergência, Rio Miranda volta ao nível normal