Menu
sexta, 19 de julho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Umberto Eco morre aos 84

20 fevereiro 2016 - 12h15Gesiane Medeiros
Umberto Eco, escritor, filósofo e semiólogo italiano, morreu aos 84 anos, nesta sexta-feira (19). Ele deixa dois fihos, Stephen e Charlotte, e a mulher Renate Ramge, com quem era casado desde 1962. O motivo da morte não foi divulgado. Titular da cadeira de Semiótica e diretor da Escola Superior de Ciências Humanas na Universidade de Bolonha, Eco lecionou em algumas das principais universidades do mundo: Yale, Columbia, Harvard, Collège de France e Universidade de Toronto. Entre seus principais livros, estão os romances O nome da rosa, lançado em 1980, e O pêndulo de Foucault, de 1988.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policial
Operação conjunta recupera objetos furtados na Igreja Nossa Senhora da Candelária
Participação Popular
Responda a pesquisa que vai deixar o Capital do Pantanal com a sua cara
Mais do que informar, queremos estar presentes na vida dos leitores com pautas que sejam interessantes e importantes para o dia a dia
Oportunidade
Concurso público unificado da Justiça Eleitoral: prazo de inscrição termina hoje (18)
Em Campo Grande
Fazenda da família de Michel Teló é multada por desmatamento ilegal
Consumidor
Preço do etanol sobe média de R$ 0,40 em uma semana no estado
Empreendedorismo
Etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios está com inscrições abertas em MS
Moda
Estilista de MS cria coleção com famosas onças da artista visual Lúcia Martins
Direitos Humanos
Mortes violentas no Brasil diminuem 3,4% em 2023
Educação
Prouni 2º semestre: inscrições começam na próxima terça-feira
Gestão
Economista Cristiane Schmidt assume a presidência da MSGÁS

Mais Lidas

5 mandados
Operação da PF combate tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Corumbá
Últimas 24 horas
Óbito de motociclista em Ladário é destaque no plantão dos Bombeiros
Últimas 24h
Plantão registra facada, agressão física e resgate fluvial no Pantanal
Atualização
Equipes mantém monitoramento nas regiões Maracangalha e Morro do Urucum