Régis Governo

PMA autua advogado por desmatamento ilegal

Por sylma Lima06 DEZ 2018 - 09h11min
O infrator ainda realizou a queima do material lenhoso do desmatamento mais antigo nas leiras, também sem autorização do órgão ambiental competente.Foto: Divulgação.

Durante fiscalização em uma fazenda no município de Camapuã, Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste flagraram ontem (4), um desmatamento de vegetação de cerrado, que fora executado sem autorização ambiental. A supressão da vegetação foi realizada com uso de máquinas e os Policiais perceberam que o infrator estava realizando por etapas, provavelmente, para não ser descoberto. Uma parte fora executada há cerca de 11 meses, outra há cerca de seis meses e a última acabara de acontecer.

O infrator ainda realizou a queima do material lenhoso do desmatamento mais antigo nas leiras, também sem autorização do órgão ambiental competente. A área desmatada foi medida em GPS e perfez 54,49 hectares. Contra o infrator, um advogado de 46 anos, residente em Camapuã, foi confeccionado auto de infração administrativo e arbitrada multa de R$ 59.700,00 pelas infrações ambientais. Ele também responderá por crime ambiental, que prevê pena de três a seis meses de detenção.

Deixe seu comentário

Leia Também

Educação

Vereador pede recuperação de estrutura física de escolas da Reme

Refis

Contribuinte tem até sexta-feira para quitar débito de ICMS com desconto de até 90%

Sócios do Pcc

Grupos terroristas lucram com contrabando e tráfico na fronteira

Contrabando

Grupo de repressão da Receita combate descaminho e pirataria em Corumbá

Operação Boas Festas

Em 24 horas equipes do 6º Batalhão e Polícia Militar prendem 7 indivíduos foragidos da justiça

Operação Boas Festas

Equipe do 6º Batalhão e Polícia Militar prende autores por tráfico de drogas

Política

Senador eleito é réu em ações de improbidade de mais de 2 bilhões de reais