Menu
terça, 18 de fevereiro de 2020
Andorinha - Horários Economicos
Andorinha - Horários Econômicos
Geral

Mesmo com compra direta de destilarias e ICMS menor, etanol não compensa

13 fevereiro 2020 - 10h01Gesiane Sousa

A mudança nas alíquotas do etanol e da gasolina passaram a valer ontem (12). O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que era de 25% passou a 20% para o etanol e para 30% sobre a gasolina. A justificativa da gestão estadual seria incentivar o maior consumo de etanol em Mato Grosso do Sul. No entanto, o uso do etanol pelo consumidor ainda não compensa.

No Diário Oficial do Estado de ontem, foi publicada uma resolução que altera o tratamento tributário relativo às operações com álcool etílico combustível. A medida segue exemplo de outros estados produtores de etanol, que favorecem a produção local do combustível verde para  estimular a compra do álcool produzido no Estado.

Matéria do site Correio do Estado, veiculada hoje, aponta que segundo o presidente da Biosul, Roberto Hollanda Filho, a mudança deve ser gradual e essa possibilidade requer atenção, pois diversos fatores influenciam a formação de preço do combustível. “Dentro dessa cadeia temos vários agentes importantes, que são as usinas, as distribuidoras, os postos revendedores, oferta e demanda, entre outros. É arriscado apontar números exatos quando se trata de avaliar comportamento de mercado, mas assim como o consumidor torcemos para que a medida torne o etanol mais competitivo”, avalia.

Nos postos, da Capital, Campo Grande, o primeiro dia de novas alíquotas apontou que ainda não compensa abastecer o veículo com etanol. O álcool rende bem menos nos tanques dos veículos. Em Corumbá, apenas um posto da região central da cidade havia recebido novo carregamento e já trabalhava com preço calculado na alíquota nova. No Posto Paulista, localizado na rua Tiradentes, o etanol caiu R$ 0,18 centavos enquanto a gasolina subiu R$ 0,21 centavos.  

Roberto Oshiro, advogado tributarista e primeiro-secretário da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), ensina de uma forma bem simples para calcular se há  se vale a pena usar o etanol. Segundo ele, basta multiplicar o preço da gasolina por 0,7. O resultado vai apontar o preço máximo que o etanol deve custar para valer a pena. O indicador leva em conta uma média de rendimentos dos combustíveis.  

Em Campo Grande, foi percebido que o preço da gasolina já subiu, porém o do etanol se manteve, não houve redução, como era previsto.  posto localizado no entroncamento das avenidas Calógeras, Costa e Silva e Salgado Filho, a gasolina subiu R$ 0,25 à vista, enquanto o etanol foi mantido em R$ 3,597 sob a justificativa que os estoques ainda haviam sido adquiridos com as alíquotas antigas.

FISCALIZAÇÃO

A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS) fiscalizou cinco locais ontem para verificar as cobranças das alíquotas. “Foram três autos de infrações, um relatório que estava correto o estabelecimento e uma orientação. Essa orientação se deu porque estava chegando etanol com preço novo no momento da fiscalização e o posto reduziu o preço no momento da fiscalização”, disse o superintendente Marcelo Salomão.  

“Acreditamos que dentro de 30 dias comecam a ficar  interessante consumir o etanol”, afirma Edson Lazaroto, diretor do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência de Mato Grosso do Sul (Sinpetro).

Em Corumbá, ainda não se teve ifnormações se o órgao de proteção ao consumidor, Procon, irá realziar fiscalizações nos postos da cidade. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policial
Agressor rasga medida protetiva e ameaça mulher de morte
Policial
Foragido da justiça é preso em cumprimento a mandado no bairro Cristo Redentor
Serviço
Detran suspende atendimento no Carnaval
Geral
Adélio Bispo, autor de atentado contra presidente, deve ser transferido do Presídio Federal de Campo Grande
Parecer do MPF é pelo retorno a MG, onde deverá cumprir internação por prazo indeterminado em instituição psiquiátrica
Em alta
Movimento no Aeroporto de Corumbá no Carnaval deve superar média do ano passado
Projeto de Lei
Presidiários podem passar a pagar pelas próprias despesas no presídio
Política
Azambuja e outros 19 governadores assinam carta com críticas à Bolsonaro
Carnaval
Escolas de Samba de Corumbá continuarão em grupo único para Carnaval 2021
6ª fase
Operação contra pornografia infantil prende dois homens em Campo Grande
Acidente de Trânsito
Duas pessoas ficam feridas em colisão entre carro e moto

Mais Lidas

Polícia
Homem destrói carrinho de lanche e é preso por vandalismo na Avenida General Rondon
Carnaval Glamuroso
Baile da revista AL.SO Brasil resgata glamour dos antigos Carnavais
Plantão
Motociclista sofre fratura em colisão com carro na região central de Corumbá
Oportunidade
Mato Grosso do Sul inicia semana com oferta de 618 vagas de emprego