Matrículas - Sesi

Justiça concede custeio para tratamento de crianças com fissura labiopalatal

Por MPMS21 OUT 2017 - 10h24min

A pedido do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio do Promotor de Justiça William Marra Silva Júnior, o Juiz de Direito Vinicius Pedrosa Santos determinou ao Município de Bela Vista e ao Estado que assegurem, no prazo de dois dias e por tempo indeterminado, o custeio de todas as despesas de crianças e adolescentes bela-vistenses e seus acompanhantes, para que possam realizar tratamentos para correção de fissura labiopalatal, nos Municípios de Campo Grande e Bauru (SP).

De acordo com a decisão, tanto o Estado quanto o Município de Bela Vista ficam obrigados a efetuar todas as despesas decorrentes de transporte, alimentação e hospedagem relativas ao tratamento clínico das crianças e adolescentes indicadas pelo órgão ministerial, realizado em Campo Grande, assim como aquelas relativas aos procedimentos cirúrgicos a serem realizados no município de Bauru (SP), caso haja necessidade de cirurgia de acordo com avaliação do médico responsável pelo atendimento dos pacientes.

O Promotor de Justiça William Marra Silva Júnior ingressou, nesta última quinta-feira (19/10), com Ação Civil Pública contra o Estado e o Município de Bela Vista pedindo os custeios de todas as despesas, aos menores, durante o tratamento médico, bem como a condenação dos entes públicos ao pagamento, no valor de 150 mil reais, a ser revertido ao Fundo de Defesa e Reparação de Interesses Difusos e Lesados (FUNLES), como título de compensação pelo dano moral coletivo causado à comunidade bela-vistense, em especial às crianças e adolescentes da municipalidade.

De acordo com o Promotor de Justiça William Marra Silva Júnior, o dano moral coletivo ficou evidenciado porque os entes estão reiteradamente deixando de fornecer o custeio das despesas de diversas crianças e adolescentes decorrentes de tratamentos médicos realizados fora do domicílio, nos municípios de Campo Grande/MS e Bauru/SP, em flagrante afronta às normas previstas na Constituição Federal a no Estatuto da Criança e do Adolescente.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Política

No Ministério do Turismo, prefeito discute liberação de verbas para distrito turístico

Serviço

CAC fica aberto até às 19 horas de hoje para adesão ao REFIC

Fuga

Interno não consegue entrar com celular e foge do semiaberto

Serviço

Testes na nova ETA de Ladário pode causar falta de água até sábado (25)

Otimismo

Aumenta vagas de emprego no comércio de MS

Comunicado

Prorrogada publicação dos classificados no processo seletivo da Fundtur

Educação

Governo finaliza compra de uniformes, kits e merenda escolar para 2018