Andorinha

Comparativo anual da PM mostra aumento em apreensões de armas, drogas e recuperação de veículos

Por Gesiane Medeiros11 OUT 2017 - 09h50min

A Polícia Militar em Mato Grosso do Sul comemora resultados positivos no comparativo das estatísticas entre os meses de janeiro à setembro dos anos de 2016 e 2017. Este ano, os casos de homicídios qualificados como dolosos, atendidos pela Polícia Militar, reduziram em 4,8%, comparados com o mesmo período do ano passado.

Para a corporação, a intensificação das atividades e as ações proativas são responsáveis por boa parte dos resultados satisfatórios. As abordagens a pessoas aumentaram nos meses de janeiro a setembro em comparação ao ano passado (2,4% a mais), como também o número de veículos averiguados durante as operações e policiamentos ordinários (6,9% a mais).

Em setembro deste ano, cinco espigardas foram apreendidas em casa do Assentamento Tamarineiro, em Corumbá. Foto: Divulgação/PM 

Apreensões de armas de fogo pela PM

Foram apreendidas no mesmo período do ano passado 762 armas de fogo em ações da Polícia Militar em Mato Grosso do Sul. Já em 2017, policiais militares em todo estado chegaram ao número de 781 armas de fogo apreendidas entre os meses de janeiro a setembro.

A PM de Corumbá tem recuperado motos e carros com rapidez. Foto: Divulgação/PM

Veículos, produtos de roubo ou furto, recuperados pela Polícia Militar

Em relação a recuperação de veículos produtos de roubo ou furto, entre o período de janeiro e setembro deste ano o número acumulado é de 1.869, uma média de 207,6 veículos por mês.

Apreensões de drogas pela PMMS

Outro destaque nas estatísticas é para os números de apreensões de drogas: mais de 107 toneladas foram apreendidas de janeiro a setembro de 2016 e, neste ano, no mesmo período, a Polícia Militar alcançou o número de 115,4 toneladas de drogas apreendidas.

O comandante-geral da PMMS, coronel PM Waldir Ribeiro Acosta ressaltou que “os números traduzem o compromisso de cada policial militar com esta sociedade. As apreensões de armas e drogas demonstram que, mesmo colocando em risco a própria vida, os profissionais da Polícia Militar têm obtido êxito na redução de homicídios, no trabalho preventivo e no combate ao crime”.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Cultura

Clube de Leitura vai dissecar a obra "Azul dentro do banheiro", no Sesc Corumbá

Política

População aprova projeto de Moka que faz presos pagarem despesas

Protesto

Servidores da UFMS fazem protesto contra reforma da Previdência

Acidente de transito

Carro pendurado em mureta e nariz quebrado

5º Caso

Militar é preso após estuprar menina de seis anos

Policial

Falso policial é preso tentando extorquir comerciantes

Evento

Corredores agroecológicos são apresentados no Sudeste goiano