Régis Governo

A justiça tarda mas, não falha?

Por Sylma Lima29 NOV 2018 - 11h04min

Segurança particular. No site da prefeitura aparecem 47 contratos com a empresa MG SEGURANÇA LTDA-ME. Só num contrato a empresa ganhou R$ 334 mil para serviço de segurança para a Fundação de Cultura de Corumbá. Só para saber. São 47 contratos com a tal empresa de Segurança Particular. Estamos somando os valores. Muito dinheiro, muito. Cadê a Guarda Municipal?

Contratos e contratos. Na lista de contratos da Prefeitura com empresas privadas, aparecem muitos laboratórios de análise clínicas. O laboratório municipal de Corumbá ainda funciona?

Mensalinho em Ladário. Para o sociólogo Gabriel Tarde as pessoas têm uma tendência a imitar os outros. Ele chama de “teoria da imitação”. O Psicólogo Albert Bandura também falava em imitação de comportamento na aprendizagem social. No caso de Ladário, os vereadores, prefeito e secretários imitaram uma prática criminosa. Resultado: prisão e latrina moral.

Corumbá city. O Ministério Público de Corumbá continua a investigar nepotismo em Corumbá. Dois meses e até agora nada. Será que vai ou não vai?

Vereador Baianinho. Pelo visto o vereador conseguiu um fôlego para continuar no mandato, já que consegui liminar suspendendo a cassação. Não pode a Justiça ser seletiva e pegar só o vereador. Será que só ele fez coisa errada. Se é que fez.

Caso Bernal X Caso Ladário. O ex-prefeito de Campo Grande Alcides Bernal ( PP) foi cassado pelos vereadores de Campo Grande em 2014. Bernal voltou depois que a Polícia Federal e Gaeco desencadearam operação contra Corrupção dos vereadores, empresários e o então vice Gilmar Olarte, que tinha assumido a Prefeitura. 24 pessoas foram denunciados pelo Ministério Público na Operação Coffee Break. Após 04 anos ninguém preso ou processado criminalmente, porque o juiz da 6º Vara Criminal de Campo Grande ainda não decidiu se recebe a denúncia criminal. Em Ladário foi rápido, mas na Capital tá bem demorado. Vai entender a Justiça.

Calor extremo. Não se sabe ao certo quanto foi gasto nos três dias do evento em Corumbá “Pantanal Extremo”. Uma coisa é certa, aqui em Corumbá continua o calor extremo, principalmente nas escolas e hospitais públicos.

,

Deixe seu comentário

Leia Também

A justiça tarda mas, não falha?

Diário oficial

Concursados

Desaparecido

Diploma falso

Achismos da política

Muy amigos

Toque de debandar