Menu
segunda, 25 de janeiro de 2021
Andorinha Janeiro/Fevereiro
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

Violeiro toca em Corumbá e diz que é encantado pelo Pantanal

15 junho 2019 - 09h03Sylma Lima

Filho de Rui Torneze , Lucas Torneze toca desde os 9 anos ao lado do pai que foi  mentor e fundador da Orquestra Paulistana de Viola Caipira.

Vizinhos do Tonico (dupla Tonico e Tinoco) o jovem se encantou pela profissão do pai e atualmente é spalla da Orquestra de Viola Caipira, onde fazem um  resgate à beleza da viola e da cultura caipira dos interiores do Brasil.

Lucas conta que chegou a Corumbá pela primeira vez para fazer um projeto de viola caipira e, diz que se encantou pela cidade banhada pelas águas do rio Paraguai, “ essa cidade é inspiradora . Em 2011 tentamos formar um projeto de viola caipira aqui com a fundação Acaia, e depois  o Sesc assumiu, e dependendo da programação, eu venho até quatro vezes por ano a Corumbá” .

Lucas disse que além de compor a orquestra e dar aulas de viola caipira, também acompanha uma cantora  Larissa Lima, “ damos consultorias para orquestra e acabamos por ter uma agenda bastante intensa, mas nunca falta tempo de vir a esta cidade” , disse o violeiro ao Capital do Pantanal.

Apesar de pouco divulgado enquanto está na cidade, Lucas tocou no dia dos namorados num restaurante que teve a casa lotada. Quem assistiu ficou encantado com o talento jovem violeiro de 31 anos que nasceu em São Paulo e segue os passos do pai, regente da orquestra. Lucas Torneze embarca hoje ,sábado,15, para a capital paulista após passar três dias em Corumbá. Ele se diz um apaixonado pela cidade, “ desde a primeira vez essa paisagem encheu os olhos. Eu observei desde o avião a beleza pantaneira e isso reflete muito na hora da composição, além disso temos muitos amigos”.

O violeiro deve regressar  no segundo semestre, mas ainda não esta confirmado, “ tudo depende do Sesc” . Quem viu quer ver de novo

Orquestra Paulistana da Viola Caipira

No show, a formação orquestral à base de violas caipiras de dez cordas explora peças tradicionais da música brasileira para levar o público em uma viagem pelo tempo e pelas memórias da vida no campo. No repertório, são interpretados clássicos sertanejos como "Saudades De Minha Terra" e "A Majestade, O Sábia". Criada em 1997, pelo maestro Rui Torneze de Araujo,  (pai do Lucas)a corporação musical é considerada hoje uma das mais atuantes do gênero no território nacional e possui a missão de formar público para melodias executadas na viola caipira.

Lucas toca na orquesta regida pelo pai. Foto: reprodução Google

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHUVA
Corumbá já tem maior acumulado de chuva da história
SAÚDE
Corumbá recebe novo lote com 970 doses da vacina contra Covid-19
CIDADANIA
Prefeitura de Corumbá inicia ações da Semana da Visibilidade Trans; confira programação
COVID-19
MS apresenta 156,7 mil confirmações de coronavírus
DEFESA CIVIL
Volume de chuvas faz rio em Miranda atingir cota de emergência
EDUCAÇÃO
MEC anuncia regras para o Fies do segundo semestre de 2021
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Bombeiros atendem colisão de carro e moto no Popular Velha
ALERTA
Período de calor e chuva contribui com aumento de acidentes com escorpiões
POLICIAL
PM de Corumbá recupera motocicleta furtada antes de proprietário perceber o crime no bairro Popular
POLICIAL
Em Corumbá homem é preso por violência doméstica contra sua mãe

Mais Lidas

POLICIAL
Grupo é preso por tráfico de droga no Popular Nova
SAÚDE
Saúde começa segunda fase de distribuição de vacinas contra a Covid-19
ECONOMIA
Apostador de Fortaleza acerta os seis números sorteados na Mega-Sena
TEMPO
Neste domingo Corumbá tem temperatura mínima de 23°C e máxima de 31°C