Menu
sexta, 22 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Vigilante mata ex, atira contra sete pessoas e se mata no altar de igreja

13 julho 2020 - 10h50Glaucea Vaccari do Correio do Estado

O vigilante Rosemir Fernandes, 52 anos, matou a ex-mulher, Lucineide Maria dos Santos Ortega, 51, atirou em outras sete pessoas, entre elas duas crianças, e se matou com um tiro na cabeça, no altar da igreja São José, na noite deste domingo (12), em Dourados. Crime teria sido premeditado e motivado pelo fato do homem não aceitar o fim do relacionamento.

Conforme informações, há cerca de quatro meses, Fernandes gravou um vídeo onde afirma que enfrentaria todo mundo na bala, sem citar nomes, e acrescenta que é um homem de palavra e quem procurou vai achar. Este vídeo já está nas mãos da Polícia Civil.

Ontem, o vigilante foi armado até a residência da ex-mulher, na rua Rangel Torres, onde a encontrou na frente da casa com um grupo de pessoas, fazendo uso de narguilé.  

Ele chegou ao local já efetuando disparos, que atingiram a mulher e também outras quatro pessoas, sendo um tiro no tórax de Luzia Gonçalves, 32 anos, um na perna de Dhionatan Santos Ortega, 20, no tórax de Laura Beatriz, 10, e um na cabeça de Beatriz dos Santos, 4 anos.

Lucineide morreu na hora e a criança de 4 anos está internada em estado grave no Hospital Universitário.

Mãe da criança conseguiu correr e foi perseguida por Rosemir, que a alcançou e puxou o gatilho, mas a arma não disparou por falta de munição e ele deu uma coronhada na cabeça da vítima, fugindo em seguida em uma motocicleta.

O criminoso foi então até a casa de uma outra ex-mulher, Sônia Barros Galvão, 47 anos, invadiu e efetuou dois disparos contra ela.

Em seguida, ele se dirigiu para a residência de um advogado, que conversava com um amigo no momento em que o vigilante chegou e atirou contra os dois.  

Após essa sequência de atentados, o criminoso foi até a igreja São José, caminhou até o altar e atirou contra a própria cabeça. No momento do suicídio, havia fiéis aguardando para receber a comunhão pelo sistema drive-thru.

Rosemir morreu no altar da igreja e, com ele, foram encontrados uma arma calibre .38, usada nos crimes, e uma faca.  

Delegado Gustavo Mussi, que esteve no local, afirmou que um inquérito será instaurado para apontar as circunstâncias e motivações do crime. Também será averiguado se outras pessoas participaram do assassinato e atentados.  Principal hipótese é que crime tenha sido motivado porque ele não aceitava o fim do relacionamento com Rosineide, no entanto, polícia investiga a motivação para os atentados nas residências da outra ex e do advogado.

A príncipio, segundo o delegado, suspeita é de que o crime foi premeditado. O caso foi registrado como feminícidio e será investigado pela Delegacia da Mulher. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Trânsito
Vereador pede informações ao DNIT, sobre radares na rodovia BR 262
Tráfico de Drogas
Operação conjunta apreende mais de 5 toneladas de maconha em Ponta Porã
Dado Positivo
MS é um dos quatro estados sem registro de mortes por Covid-19 nos últimos dias
Preço Mais Justo
Agepan estuda viabilidade para reduzir taxa de abastecimento de água e esgoto em MS
Denúncia
Vereador quer saber se empresas estão cumprindo cotas para pessoas com deficiência
Serviço
Projeto de Lei propõe desconto por dia de interrupção de serviços de telefonia e internet
Retomada
TRE-MS retoma trabalho presencial no dia 3 de novembro
Imunização
Ribeiros do Taquari recebem vacina contra Covid nos dias 26 e 27
Prisão
Evadido é capturado em rondas no bairro Dom Bosco
Relatório Parcial
Operação de prevenção à incêndios completa sete meses com mais R$ 33 milhões em multas

Mais Lidas

Corumbá
Casal é levado para delegacia após bebedeira e briga
Colônia do Bracinho
Pantaneiro denuncia construção de barragem no Rio Taquari
Dois brasileiros foram presos
Denunciado por participação no roubo de aeronaves em Aquidauana é preso na Bolívia
Recurso
Vereador questiona uso do duodécimo do legislativo repassado para Santa Casa em 2020