Menu
quinta, 04 de março de 2021
Governo do Estado - Campanha de Março
Geral

Vereadora luta pela instalação da Casa da Mulher Brasileira em Corumbá

23 fevereiro 2021 - 09h30Mariana Conte

A instalação da Casa da Mulher Brasileira em Corumbá é o que pretende a vereadora Raquel Bryk, para ajudar nas ações de combate à violência contra a mulher. Na sessão de ontem, segunda-feira, ele apresentou requerimento nesse sentido, buscando apoio de outras autoridades, para a maior cidade pantaneira ser beneficiada com a nova proposta do Governo Federal, que prevê empreendimentos de pequeno porte atendendo Municípios com 100 mil a 500 mil habitantes.

Raquel informou que para tentar reduzir a violência contra a mulher, o Governo Brasileiro decidiu reformular o projeto e para permitir a instalação de unidades em municípios de pequeno porte, com custos e estruturas menores que às existentes atualmente, um total de sete, sendo uma em Campo Grande.

Por isso mesmo a vereadora está buscando o engajamento do deputado Estadual Evander Vendramini; da deputada federal Beatriz Cavassa; da senadora Soraya Thronicke, bem como da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, nessa luta.

O projeto é desenvolvido pela Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres, ligadas ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. É o setor responsável por implementar, construir e equipar as unidades da Casa da Mulher Brasileira no país, direta ou indiretamente, por meio da articulação com órgãos e entidades da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, lembrou.

“Corumbá é uma cidade localizada numa área de região de fronteira e sofre com o problema da violência contra a mulher que tem aumentado significativamente. Além disso, atende meninas e mulheres da Bolívia, como também as vítimas de Ladário, das regiões ribeirinhas, aldeias indígenas e zona rural, o que comprova que se não for ofertado condições de interromper o ciclo da violência, teremos mais casos de feminicídio”, enfatizou.

Raquel destacou que a Casa da Mulher Brasileira é um espaço onde estão concentrados os principais serviços especializados e multidisciplinares de atendimento às mulheres em situação de violência. É referência no modelo de integração dos serviços, de forma a evitar a revitimização destas mulheres e, acima de tudo, oferecer o atendimento humanizado, integral e ininterrupto, 24 horas.

O Brasil dispõe, atualmente, de sete Casas da Mulher Brasileira em funcionamento, nelas sendo possível ter acesso, por exemplo, a serviços de acolhimento e triagem, apoio psicossocial, delegacia especializada, Promotoria de Justiça especializada, Núcleo Especializado da Defensoria Pública e Juizado de Violência Doméstica. Contando também alojamento de passagem, brinquedoteca, central de transporte e ações de autonomia econômica.

“Com a alteração dada pelo Decreto nº 10.112, de 2019, regiões de fronteira, como a nossa, poderão contar com unidades que, além dos serviços prestados pelas outras casas, também serão ofertados serviços especializados de enfrentamento ao tráfico de mulheres e situações de vulnerabilidade decorrentes do fenômeno migratório”, reforçou.

CASTRAÇÃO

A vereadora Raquel Bryk e os vereadores Roberto Façanha e Manoel Rodrigues, estão buscando junto ao deputado estadual corumbaense, Evander Vendramini, a viabilização de uma emenda parlamentar individual visando aquisição de insumos necessários para realização de castração de cães e gatos em Corumbá, importante para se ter o controle da população desses animais para evitar o descarte de cães e gatos na área urbana da cidade, o que afeta o bem-estar social e aumenta o risco de ocorrência das zoonoses, doenças transmitidas pelos animais aos seres humanos.

COMBATE Á DENGUE

O crescimento da dengue é uma preocupação na cidade. Por isso mesmo, Raquel Bryk está buscando junto ao secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Luiz Fernando Moreira, bem como ao secretário de Saúde, Rogério dos Santos Leite, que priorizem serviços de limpeza na cidade, especialmente no centro e nos bairros Guatós, Popular Nova, Universitário, Maria Leite, Aeroporto, Dom Bosco e Jardim dos Estados.

“São os bairros apontados como os de maior incidência da doença, conforme divulgado pela pasta de saúde do Município. Sabemos da gravidade do momento, do enfrentamento à pandemia da Covid, e precisamos nos esforçar com todas as medidas preventivas para evitarmos uma epidemia de dengue, eliminando os focos de proliferação do mosquito transmissor, o Aedes aegypti”, destacou.

TRÂNSITO

Por um trânsito mais seguro, a vereadora Raquel Bryk está requerendo junto ao diretor da Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat), Lúcio André Messias de Barros, de forma urgente, serviços de reparos e melhor posicionamento conjunto semafórico existente no cruzamento da Rua Major Gama com a Avenida Porto Carreiro, para evitar acidentes que estão ocorrendo no local, causados pela dificuldade de visualizar o semáforo, que se encontra mal posicionado.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM COVID
O mês começa com média de 6 mortes por Covid a cada 24 horas
SAÚDE
MS é o estado que mais aplicou as duas doses da vacina contra a Covid-19
GERAL
Ministério Público denuncia servidores de Ladário por corrupção passiva
GERAL
Bombeiros continuam buscas por homem desaparecido na região do Paiaguás
CONSUMIDOR
Vereador pede relatório ao Procon sobre processos, multas e empresas penalizadas em 2020
ESPORTE
Fluminense estreia no Carioca de olho na final da Copa do Brasil
ECONOMIA
Governo adia para dia 31 reinício de bloqueio e suspensão de benefício
OPORTUNIDADE
Máscara + Renda já beneficiou mais de 1.900 costureiras em todas as regiões do país
RECONHECIMENTO
Câmara vai prestar homenagem às corumbaenses pelo Dia Internacional da Mulher
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa mulher ferida no Maria Leite

Mais Lidas

GERAL
PMA realiza trabalhos de orientação sobre minhocas em casas de iscas no MS
ABANDONO
Ladário sofre com descaso e abandono das autoridades municipais
INFRAÇÃO ADMINISTRATIVA
PMA autua morador de Corumbá por transporte ilegal de pescado
GERAL
Reinaldo Azambuja autoriza concurso público com 250 vagas para Polícia Civil