Menu
sexta, 22 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Vereador propõe desconto no IPTU para imóveis abastecidos com energia solar

28 setembro 2021 - 11h00Ascom Câmara Municipal de Corumbá

O vereador Alexandre Vasconcellos apresentou na sessão de ontem, segunda-feira (27), um Projeto de Lei dispondo sobre o ‘IPTU Amarelo’. A iniciativa se deve principalmente à preocupação com a atual crise energética no País e trata de um incentivo para a população utilizar a energia solar nas residências e comércios, amenizando os efeitos causados pela seca que assola o Brasil e afeta a distribuição de energia elétrica a partir das hidrelétricas. 

O Projeto de Lei prevê desconto para o cidadão de acordo com a economia no consumo de energia gerada pela instalação das placas solares. “Isso vai beneficiar quem já conta com o sistema, como também aquelas pessoas que desejam instalar energia solar em sua residência ou comércio”. 

O valor do desconto será convertido por uma tabela e enquadrado em 3 categorias: Ouro, Prata ou Bronze. 

Para se enquadrar na categoria Ouro, por exemplo, é necessário que a geração de energia fotovoltaica seja correspondente a, no mínimo, 90% do que é consumido. O desconto, neste caso, será de 10% no valor do IPTU para o ano seguinte. 

A categoria Prata é destinada a sistema de geração de energia fotovoltaica correspondente a, no mínimo, 70% do consumo, com desconto de 7% no imposto. 

Já a categoria Bronze vai englobar sistema de geração de energia fotovoltaica que corresponda a, no mínimo, 50% do que é consumido. O desconto será, então, de 5% no valor do IPTU. 

Prevê ainda cadastramento do contribuinte em um sistema no site da Prefeitura Municipal de Corumbá, por meio do seu CPF ou número de contribuinte, após a instalação das placas de energia solar, e, mensalmente, será lançado o valor referente à economia em energia elétrica, que será incluído no seu cadastro, acumulando uma pontuação/crédito. 

O crédito acumulado durante todo ano será lançado como desconto no IPTU do contribuinte cadastrado no ano subsequente. Prevê também que o Poder Executivo, por meio da Secretaria Municipal de Finanças, estabelecerá as formas de cálculo, crédito, prazo e tabela de conversão prevista nesta lei, podendo chegar no limite máximo de 10% de desconto. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Região Central
PM prender autor de furto e recupera objetos
Outubro Rosa
Bia Cavassa faz doação em apoio a campanha Lenço Solidário
Colônia do Bracinho
Pantaneiro denuncia construção de barragem no Rio Taquari
11.817 mil testes analisados
Estudo da Janssen na região de fronteira mostra eficácia de 50% da vacina e redução de 90% em óbitos
Oportunidade
Inscrições abertas para concurso público de procurador do Estado, com salário de R$ 25 mil
Agenda Política
Presidente Regional do Democracia Cristã visita cidades do interior de MS
Retomada da Economia
Setor de bares e restaurantes aumenta as contratações e retoma movimento
246 quilos de cocaína
Dracco assume investigação da queda do helicóptero do tráfico em Ponta Porã
Dois brasileiros foram presos
Denunciado por participação no roubo de aeronaves em Aquidauana é preso na Bolívia
Imunização
Veja quem pode se vacinar contra Covid em Corumbá nesta quinta e sexta

Mais Lidas

Qualificação
Ministério da Educação anuncia formação para professores da educação infantil
Previsão Meteorológica
Tempo fica firme, mas nova frente fria promete mais chuva para o final de semana
Acidente de Trânsito
Mulher sofre fratura na perna em queda acidental de moto
Destaque
Vereador pede fim do toque de recolher e do uso de máscara em ambientes abertos