Menu
sábado, 10 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
Andorinha Fevereiro
Geral

Vereador pede relatório ao Procon sobre processos, multas e empresas penalizadas em 2020

04 março 2021 - 09h32ASCOM

O vereador Alexandre Vasconcellos está buscando uma série de informações junto ao Procon em relação às ações desenvolvidas durante o ano de 2020, como forma de tomar conhecimento dos processos abertos e julgados, todos em defesa do consumidor corumbaense.

O requerimento foi direcionado ao direto da Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, Vital Gonçalves Miguéis, e assinado também pelos vereadores Manoel Rodrigues e Yussef Salla.

Entre os questionamentos foram solicitados os valores de multas aplicadas no ano de 2020; quais as empresas foram multadas; quantos processos foram julgados durante o ano de 2020, bem como qual o valor que o Procon tem disponível no Fundo de Defesa do Consumidor.

“Precisamos ter conhecimento e saber se o Procon está punindo os responsáveis que cometem infrações contra o consumidor, como é o caso da empresa de telefonia OI, responsável pelos serviços de Internet na cidade, que sofre com as constantes oscilações e quedas de sinal”, disse.

Ele fez uma referência à cobrança feita pelo vereador Ubiratan Canhete de Campos Filho que pediu que o Procon busque junto à OI, um relatório dos meses de janeiro e fevereiro de 2021, informando as datas, os horários e por quanto tempo o serviço de internet ficou interrompido em Corumbá por rompimento do cabo de fibra óptica, ou qualquer outro problema que tenha causado esse tipo de problema.

PAVIMENTO

Por outro lado, o vereador está reivindicando junto ao secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Luiz Fernando Moreira, a execução de obras de recapeamento da pavimentação asfáltica da Rua Barão do Melgaço, entre a Avenida Rio Branco e Rua Ricardo Franco, único trecho do perímetro central que não foi recuperado; bem como a pavimentação asfáltica ou lajotamento da Rua João Bosco Mota, entre as ruas Marechal Floriano e Alan Kardec, no conjunto Piúva.

Outra solicitação foi a retirada da sinalização de trânsito (faixa amarela) na calçada em frente ao antigo prédio da Administração Hidroviária do Paraguai (AHIPAR), na Rua Treze de Junho entre Frei Mariano e Antônio Maria Coelho. Essa solicitação foi direcionada ao diretor da Agência Municipal de Trânsito e Transportes de Corumbá, Senhor Lúcio André Messias de Barros.

Explicou que “a sinalização está causando dúvidas aos motoristas para estacionar. Hoje, o prédio está sendo ocupado pelo Exército e não há necessidade de pintura amarela no local para delimitar o estacionamento, prédio com estacionamento próprio”, justificou.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza terá início na próxima segunda
MUDANÇA NO CTB
Nova Lei entra em vigor com alterações sobre uso de farol em rodovias
ECONOMIA
Cadastro de imóveis rurais será completamente digitalizado
GERAL
Corumbá recebe primeira remessa de queijos produzidos em assentamento rural
ESPORTE
Botafogo e Volta Redonda enfrentam-se neste sábado à noite
GERAL
CMDCA realiza neste sábado prova de conhecimento específico para Conselheiros Tutelares Suplentes
POLICIAL
PM captura foragido e aborda motociclista sem CNH no Guaicurus
POLICIAL
Casal vai para a delegacia após briga no Popular Nova
POLICIAL
Marido ameaça mulher, quebra objetos da casa e põe culpa em macumba
GERAL
Sorteio da mega-sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é acusado de agredir a própria mãe no bairro Vila Guarani
OPERAÇÃO
Operação Ágata Oeste tem resultados expressivos de apreensão de drogas e armas
SAÚDE
Campanha de vacinação contra a gripe começa na segunda
SAÚDE
Corumbá institui Núcleo de Reabilitação Pós Covid com atendimento multidisciplinar