Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
Andorinha Janeiro/Fevereiro
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

Vereador pede apoio para viabilização de helicóptero para atender a saúde pantaneira

25 abril 2019 - 09h18Câmara de Corumbá

A disponibilização de um helicóptero para atender as necessidades da saúde na região pantaneira, é o que pretende o vereador Chicão Vianna que esta semana, por meio de requerimento, solicitou apoio da bancada sul-mato-grossense em Brasília, para que sejam articulados meios junto ao Governo Federal, para a liberação da aeronave.

O vereador lembrou que em várias regiões do Brasil, o Governo Federal disponibilizou helicópteros que integram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, e que para Corumbá, o equipamento é apontado como fundamental para ações de resgate na região pantaneira, principalmente nas localidades de difícil acesso.

“Hoje contamos com o apoio da Mainha do Brasil, por meio do 5º Distrito Naval sediado em Ladário, que tem feito os resgates no Pantanal. Mas, a área da saúde de Corumbá necessita de um helicóptero para atender as necessidades, principalmente no que tange aos casos de emergência em locais de difícil acesso, como na região do Rio Taquari, entre outras”, explicou.

Nesse sentido, o vereador solicitou envio de expediente ao ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta; ao senador Nelson Trad Filho: à deputada federal Beatriz Cavassa, assim como ao deputado federal Fábio Trad, no sentido de que eles articulem junto ao Governo Federal, para a região ter acesso ao serviço do SAMU 192 aéreo.

“Corumbá é ponto de apoio para todos os moradores da região, as mais próximas ou as mais longínquas, onde o acesso, quando é possível, ocorre somente pela hidrovia do Rio Paraguai. Deste modo, quando há necessidade de atendimento médico ou hospitalar, seja emergencial ou rotineiro, os cidadãos pantaneiros se dirigem à nossa cidade para utilizar dos serviços que são disponibilizados à população”, citou o vereador.

Chicão ressalta, no entanto, que existe famílias que, para chegar à área urbana de Corumbá, são obrigadas a viajar de barco, cerca de 40 horas. “Em caso da necessidade de um atendimento emergencial, é necessária uma ação mais rápida, o que será possível com a disponibilização desse helicóptero”, reforçou.

O vereador lembra que atendimentos emergenciais ocorrem com frequência na região do Pantanal, e que não há como suportar longas viagens “sob o risco de perderem suas vidas, seja por algum traumatismo causado por acidente, seja por veneno de animal peçonhento ou em caso de um parto emergencial, por exemplo”.

“Nestes casos – prosseguiu - o tempo para dar início ao atendimento está diretamente ligado às chances de sobrevivência, sendo o transporte aquaviário inviável para esse tipo de ocorrência. Logo, devido à necessidade de constantes atendimentos emergenciais que exigem atenção imediata, é necessária a disponibilização de um helicóptero para estas situações”, completou.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Chuva acima da média histórica desabriga famílias
SAÚDE
Em quatro dias, mais de 11 mil pessoas foram vacinadas contra Covid-19 em Mato Grosso do Sul
COVID-19
Mais de 30 mortes por coronavírus são registradas em apenas um dia no Estado
Denúncia
Mato, esgoto estourado e lixo tomam conta de Ladário
UTILIDADE PÚBLICA
Sanesul informa que poderá faltar água no bairro Jardim Aeroporto e imediações
Meio Ambiente
Em liberdade e monitorada: onça resgatada em incêndio do Pantanal é devolvida à natureza
POLICIAL
PM prende homem com mandado de prisão após ocorrência de furto de moto no Cristo Redentor
PRORROGADO TOQUE DE RECOLHER
Toque de recolher é prorrogado em Mato Grosso do Sul
EDUCAÇÃO
Enem 2020 tem novidades em acessibilidade
ESQUEMA DE COMBUSTÍVEL
PRF flagra esquema de furto de combustíveis e condutor entregou óleo diesel em Corumbá

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Senai de Corumbá está com vagas abertas para cinco cursos técnicos presenciais e EAD
GERAL
Índios guatós comemoram chegada de internet em aldeia no Pantanal
GERAL
Desconto em cursos do Senac Corumbá vai até o dia 31 de janeiro
MEIO AMBIENTE
Serviço Geológico do Brasil divulga prognóstico para cheia na bacia do rio Paraguai