Menu
sábado, 10 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
MOBILE - Ambiental MS Pantanal - Aegea
Geral

Vara do Trabalho de Corumbá receberá inspeção de Presidente Corregedor

06 setembro 2018 - 15h16assessoria de imprensa

O Presidente e Corregedor do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso do Sul, Desembargador João de Deus Gomes de Souza, fará correição na Vara do Trabalho de Corumbá na próxima segunda-feira, 10 de setembro. Além de inspecionar as atividades judiciárias, o magistrado deve se reunir com advogados.

De janeiro a julho deste ano, a Vara do Trabalho de Corumbá julgou 442 processos e recebeu 326 novos casos, 31% a menos do que no mesmo período de 2017. Em Mato Grosso do Sul, a queda no número de processos recebidos foi de 38%. O principal motivo dessa diminuição é a reforma trabalhista que entrou em vigor em novembro de 2017.

Os assuntos mais recorrentes são verbas rescisórias, aviso prévio, férias, décimo terceiro proporcional, horas extras, adicional de insalubridade e intervalo intrajornada.

Este ano, a Justiça do Trabalho completa 25 anos de instalação em Mato Grosso do Sul e uma série de atividades está prevista para marcar a data. Em Corumbá, será realizado o “Congresso Sul-Mato-Grossense sobre Violências no Trabalho: Enfrentamento e Superação”, no Anfiteatro Salomão Baruki, no Campus Pantanal da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, nos dias 12 e 13 de novembro.

A inscrição já está aberta, é de graça, e pode ser feita no site da Fundacentro. O evento vai reunir profissionais de diferentes áreas para discutir questões relacionadas ao assédio moral, assédio sexual, discriminações de gênero, violência organizacional, trabalho infantil e trabalho escravo e as formas de atuação em defesa da saúde, dos direitos humanos e sociais do trabalhador.

Corumbá foi a primeira cidade a receber a Justiça do Trabalho em MS

Mesmo antes da criação de um Tribunal próprio, Corumbá foi a primeira cidade de Mato Grosso do Sul, na época Mato Grosso, a receber uma unidade da Justiça do Trabalho. Em 1962, o município pantaneiro era o único do sul do Estado a possuir uma Junta de Conciliação e Julgamento Trabalhista, como se chamavam, antigamente, as Varas do Trabalho.

Naquela época, os advogados precisam viajar até São Paulo porque Mato Grosso integrava a jurisdição do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Somente depois de 17 anos, em 1978, que Campo Grande recebeu uma Junta de Conciliação e Julgamento, aumentando o número de processos trabalhistas no Estado já recém criado.

Em 1992, Mato Grosso do Sul já agregava 13 Juntas de Conciliação e Julgamento, sendo três na Capital, duas em Dourados e as demais em Corumbá, Mundo Novo, Nova Andradina, Ponta Porã, Amambai, Aquidauana, Coxim e Três Lagoas. Nesse mesmo ano, foi determinada a criação de pelo menos um Tribunal Regional do Trabalho em cada Estado e no Distrito Federal.

Foi quando o Estado de Mato Grosso do Sul adquiriu jurisdição trabalhista própria, em 1993. O TRT de Mato Grosso do Sul foi o último a ser criado no país. Atualmente, está presente em 27 dos 79 municípios e possui 26 Varas do Trabalho, quatro Postos Avançados e cinco Varas Itinerantes, abrangendo com sua jurisdição todo o território do Estado.

Para comemorar o aniversário de instalação do TRT/MS estão previstas solenidades como homenagens a personalidades que ajudaram a construir a história da Justiça do Trabalho e congressos sobre Direito do Trabalho. Também foi criado um selo comemorativo e um carimbo personalizado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza terá início na próxima segunda
MUDANÇA NO CTB
Nova Lei entra em vigor com alterações sobre uso de farol em rodovias
ECONOMIA
Cadastro de imóveis rurais será completamente digitalizado
GERAL
Corumbá recebe primeira remessa de queijos produzidos em assentamento rural
ESPORTE
Botafogo e Volta Redonda enfrentam-se neste sábado à noite
GERAL
CMDCA realiza neste sábado prova de conhecimento específico para Conselheiros Tutelares Suplentes
POLICIAL
PM captura foragido e aborda motociclista sem CNH no Guaicurus
POLICIAL
Casal vai para a delegacia após briga no Popular Nova
POLICIAL
Marido ameaça mulher, quebra objetos da casa e põe culpa em macumba
GERAL
Sorteio da mega-sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é acusado de agredir a própria mãe no bairro Vila Guarani
OPERAÇÃO
Operação Ágata Oeste tem resultados expressivos de apreensão de drogas e armas
SAÚDE
Campanha de vacinação contra a gripe começa na segunda
SAÚDE
Corumbá institui Núcleo de Reabilitação Pós Covid com atendimento multidisciplinar