Menu
domingo, 17 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Vacinação em massa imunizou quase 90 mil pessoas na fronteira

09 julho 2021 - 10h31Sylma Lima

A campanha de vacinação em massa contra a Covid-19 foi encerrada nesta quinta-feira (08), nos 13 municípios de fronteira que participaram da pesquisa em Mato Grosso do Sul.  

Até as 19h de quinta-feira, mais de 87 mil pessoas já haviam sido imunizadas com doses da Janssen, com aplicação única e eficácia de 85%. 

Para garantir o maior número possível de pessoas vacinadas contra a Covid-19 em Mato Grosso do Sul, municípios da região de fronteira precisaram correr atrás das pessoas. Cidades adotaram estratégias como chamadas em carro de som e local de vacinação aberto até meia noite, como o caso do Poliesportivo da avenida Porto Carrero, em Corumbá.  

São 13 as cidades de fronteira com Paraguai e Bolívia que fazem parte de projeto Vebra Covid-19, que vai avaliar o impacto da vacinação em massa a partir da dose única da Janssen. 

Em Corumbá 

A cidade recebeu do Ministério da Saúde 165.500 doses da vacina da Janssen. Durante os dias de vacinação em massa, devido o projeto Vebra Covid-19, 24.456 pessoas acima de 18 anos foram vacinadas. No fechando da conta, 15 mil doses serão devolvidas por Corumbá e distribuídas para as demais cidades do Estado.  

A atualização do vacinômetro da saúde de Corumbá nesta sexta-feira (9) confirma que 44.692 pessoas receberam a primeira dose; 20.854, a segunda e 23.838 aguardam a segunda dose. A cidade conseguiu atingir 53,55% da meta vacinal, foram 45.310 mil pessoas que receberam as duas doses ou a dose única.

Em declaração, o secretário de saúde de Corumbá, Rogério Leite, informou que mesmo devolvendo as doses da vacina Janssen que não foram utilizadas, a cidade permanecerá com um percentual do imunizante para seguir com a vacinação. “Temos que lembrar que 10% dessas doses que sobrarão em cada município, permanecerão no município, para que a gente possa continuar a imunização daqueles que, porventura, não puderem se imunizar nesse período de cinco dias. Então, hoje, simbolicamente, acaba o período do projeto, mas a gente continua imunizando, semana que vem, nós temos o Pantanal, uma área de quase 400 pessoas a serem imunizadas no fundo do Pantanal, no Paiaguás”, concluiu. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Inédito
Tempestade de areia: Energisa recebeu 4 mil chamados em Campo Grande
Dia Mundial da Alimentação
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Ensino Superior
UEMS investe mais de R$ 13 milhões em bolsas e auxílios para estudantes
Transporte
Expresso Queiroz tem autorização suspensa por incapacidade de atender passageiro
Defesa Civil
Tempestade de poeira e vendaval causaram estragos em pelo menos sete nos municípios
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá
Previsão Meteorológica
Tempo continua fechado com chance de mais chuva para grande parte do Estado
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas

Mais Lidas

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá