Menu
sábado, 25 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Taxa de contágio da Covid se mantém abaixo de 0,90 há uma semana em MS

23 julho 2021 - 09h12Portal do Governo

Um dos fatores que mostram a expansão ou controle da pandemia do coronavírus, a taxa de contágio da doença segue abaixo de 0,90 há uma semana em Mato Grosso do Sul. Este dado é descrito pelos especialistas como positivo, mas eles alertam que ainda não é momento de “relaxar” nas medidas de restrição contra o vírus. 

Os especialistas destacam que quando a taxa de contágio está acima de 1,00 mostra que a pandemia está “sem controle” na cidade, Estado ou País. Quando fica abaixo de 1 sinaliza que existe uma tendência de estabilização na transmissão do vírus. Mato Grosso do Sul tem o índice atual de 0,85, ou seja, significa que de 100 pessoas contaminadas, elas transmitem a doença para outras 85. 

O boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) mostra que a taxa de contágio começou a sua queda em julho, com 0,96 no dia 09, caindo para 0, 92 no dia 14 de julho e a partir do dia 15 chegou a 0,85. O índice desceu para 0,82 em 18 de julho e na quinta-feira (22) voltou para 0,85. 

“Se trata de um dado positivo, porque mostra que está diminuindo a transmissão e circulação do vírus no Estado, o que reduz os casos sintomáticos, internações e mortes em função da doença”, descreveu a médica infectologista Andyane Freitas Tetila. 

Andyane alerta que apesar do cenário positivo é preciso manter as prevenções contra o vírus. “Quando está acima de 1,00 mostra que a pandemia está sem controle, no entanto o atual índice ainda não é o ideal, portanto não é o momento de relaxar em relação às medidas de restrição”. 

A médica infectologista, Mariana Croda, também concorda que o atual índice é um ponto positivo, mas que este aponta uma “tendência de queda” dos casos da Covid-19, não uma estabilidade. Para Júlio Croda este cenário reflete o “efeito da vacinação” no Estado. 

A vacinação em Mato Grosso do Sul segue como destaque nacional, estando nas primeiras colocações no ranking nacional. Um dos fatores é a distribuição das doses que é feita em menos de 12 horas para os 79 municípios assim que elas são entregues pelo Ministério da Saúde. A cada 10 pessoas no Estado, três já foram completamente imunizadas. Já na primeira ou dose única 55% da população já foi contemplada.  

O governador Reinaldo Azambuja já anunciou que a previsão é  de que a população do Estado acima de 18 anos possa ser vacinada até o final de agosto. Além dos investimentos e parcerias na área de saúde,  os municípios também seguem recomendações por meio do programa “Prosseguir”. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Bairro Vila Mamona
Funcionários de construção amarram autor de furto e acionam PM
Capital
Presos usam celulares até em banho de sol na Máxima
Flagrante
Dupla é presa por tráfico de drogas na área central de Corumbá
Estava Foragida
Boliviana investigada por desastre da Chapecoense é mantida em Corumbá até extradição