Menu
terça, 11 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

SUP masculino foi decidido nos metros finais; no feminino, prova definiu campeã brasileira

27 novembro 2016 - 17h23Assessoria de Imprensa

 

Prova teve mais de 80 competidores (Foto: Divulgação) Prova teve mais de 80 competidores (Foto: Divulgação)

Só o percurso, de 35 quilômetros para atletas profissionais e de 30 para amadores, já faz o Stand up Paddle ser uma das provas mais desgastantes do Pantanal Extremo. E a logística envolvida para levar os competidores do Porto Geral até a Baía do Tuiuiú, onde acontece a largada, também colabora para tornar a competição uma das mais desafiadoras de todo o Circuito Nacional da modalidade.

O embarque dos remadores e suas pranchas nos navios da Marinha do Brasil aconteceu às 4 horas da manhã. Depois de subir o Rio Paraguai, principal afluente da maior planície alagável do Planeta, eles finalmente chegam no ponto de partida após 4 horas de viagem. E neste ano os atletas profissionais tiveram um desafio extra: subir o rio a remo por mais 2,5 quilômetros e só depois descer de volta ao Porto.

A novidade deixou a prova ainda mais técnica. Melhor para Guilherme Souza, Luiz Carlos Guida, Paulo Reis e Arthur Santacreu, que desde os primeiros metros se descolaram dos demais competidores. Revezando a ponta, o quarteto veio firme até a Ponte de Captação de Água, já a poucos metros da linha de chegada. Nesse trecho Guilherme e Luiz Carlos “Animal” abriram distância e lutaram pelo título da última etapa do Circuito Nacional remada a remada.

E quem se deu melhor foi Guilherme, jovem atleta de Ilha Bela, São Paulo. “As condições estavam bem melhores que nos outros anos. Estava mais nublado, menos sol. Foi uma prova muito disputada, larguei bem, larguei na frente e consegui abrir um pouco, mas o animal conseguiu chegar na minha esteira e revezamos durante quase toda a prova, eu animal, o Arthur Santacreu e o Paulo Reis. Aqui no final, num ritmo muito, muito forte,  ele errou e isso fez com eu chegasse em primeiro”, descreveu Guilherme.

“Foi uma prova muito difícil e estou muito feliz de ter ganho. Acabei de voltar de uma competição internacional, onde fiquei em sexto lugar e voltei muito cansado do fuso horário, mas valeu a pena. Essa é uma das provas mais desafiadores que tem aqui no Brasil, talvez até no Mundo. É um sonho chegar aqui, ver essa paisagem linda, os animais na água, os jacarés. É um prazer vir pra cá competir”, completou o campeão.

Bicampeão da prova, Animal acabou lamentou a falha na reta final, mas ressaltou o prazer de competidor novamente no Pantanal Extremo. “Esse ano estava mais gostoso, tinha menos calor. A gente fez uma boa prova e já na largada conseguimos abrir quatro pessoas ali e fomos liderando de ponta a ponta, revezando na frente. Foi bem legal e no fim eu consegui fazer uma estratégia para chegar em primeiro, mas acabei bobeando e não vi direito a chegado, achei que era na bóia, e me prejudiquei”, explicou.

“São quatro anos competindo aqui e infelizmente não levei essa. Fiquei triste pra caramba, mas enquanto houve Pantanal Extremo estarei aqui. Esse ano foi legal essa subida, eu particularmente gostei. Esse trecho foi difícil, aquela bóia lá em cima dificultou bastante a prova, teve um monte de gente que acabou se enroscando nela e com isso a gente conseguiu abrir lá na frente. Achei que foi bem, bem legal ter mudado o percurso para ficar mais extremo ainda”, encerrou o segundo colocado. O terceiro foi Paulo Reis. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
PRF apreende mais de 7 toneladas de maconha em MS
POLICIAL
PF realiza prisão por tráfico interestadual de drogas e apreende 200 kg de maconha
EDUCAÇÃO
IFMS investe no aprimoramento de atividades não presenciais
MEIO AMBIENTE
Parque Municipal de Piraputangas recebe observação de aves
HOMENAGEM
Câmara homenageia OAB de Corumbá pelo seu 63º aniversário de fundação
CIDADANIA
Abertas as inscrições para a 2ª edição do programa Juventude Empreendedora
GERAL
Após recomendação da Anvisa, Estados e prefeituras mudam vacinação de grávidas
GERAL
CPI da Covid questiona presidente da Anvisa sobre vacinas nesta terça
ECONOMIA
Produtividade cai 2,5% no primeiro trimestre de 2021, aponta pesquisa da CNI
GERAL
Maio da Diversidade LGBT+ terá mais de 100 ações do Governo MS

Mais Lidas

POLICIAL
PM encerra festa clandestina em casa abandonada e prende foragido da justiça
POLICIAL
Homem é preso por infração de medida sanitária e desobediência
POLICIAL
Casal é preso após briga no bairro Dom Bosco
POLICIAL
PRF recupera veículo e liberta homem que estava mantido em cárcere privado