Menu
quarta, 27 de outubro de 2021
Cassems - Melhores e Maiores - Edição 2021
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Startup de design investe em site para vender produtos sul-mato-grossenses

23 janeiro 2021 - 11h37ASCOM FUndect

Uma das áreas englobadas pelo Programa Centelha MS, a economia criativa aparece em projetos relacionados à diversidade cultural e ao desenvolvimento humano, como é o caso do Cola-bor. A startup de design e arquitetura lançará um site destinado à venda de produtos produzidos exclusivamente por profissionais de Mato Grosso do Sul.

“A indústria criativa é um mecanismo importantíssimo para a descobertas de novos meios e formas de se fazer algo. Em países desenvolvidos a economia criativa é constantemente incentivada, sendo uma parte vital da indústria. O Conselho de Design do Reino Unido estima que a cada 100 libras investidas em design, uma empresa pode esperar aumentos de 225 libras em entradas e de 83 libras em lucros”, explica o arquiteto e designer, Eduardo Azevedo.

Segundo o arquiteto, com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) ficou mais clara a necessidade da economia de se adaptar às mudanças tecnológicas. “Se reinventar e descobrir maneiras melhores de desenvolvimento tecnológico, intelectual e cultural deveria ser uma prioridade dos governos. Fica claro, com desafios como aquecimento global e atualmente a pandemia de Covid-19, que o “como fazer” precisa ser constantemente adaptado, atualizado ou mesmo transformado”, pontua.

Design sul-mato-grossense

Neste ponto, a Cola-bor desenvolve duas linhas de trabalho atualmente, a criação e a valorização do trabalho de profissionais de Mato Grosso do Sul. “Hoje a Cola-bor é um estúdio de design e arquitetura que faz prestação de serviços, mas também vende produtos, tanto em lojas físicas, depois que a pandemia acabar, quanto em loja virtual, que está em fase de desenvolvimento”, acredita Azevedo.

Segundo o designer Paulo Domingos, os recursos do Programa Centelha MS serão destinados a produção de produtos, protótipos e o desenvolvimento da loja virtual. “Temos como intuito a criação de uma marca para economia criativa em Campo Grande, junto com a criação de uma loja virtual que una diferentes produtores, adicionando produções de design gráfico, artístico, design de produtos, mobiliário e projetos arquitetônicos”, frisa.

Para o desenvolvimento dos projetos, a empresa vai adquirir softwares e maquinários, como as impressoras 3D. “Agora estamos trabalhando em parceria com uma marcenaria e projetando um espaço de escritório. A partir desse espaço vão surgir vários produtos, como mobiliários, coisas pequenas, coisas grandes e um produto que pode ser replicado por conta da tecnologia que a gente vai ter à disposição, que é a tecnologia digital, com acesso a softwares e máquinas”, frisa Azevedo.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Formalização
Corumbá lança campanha de incentivo ao cadastro de profissionais do setor de turismo
Apelo Popular
MPT-MS vai investigar assédio moral de gerente que humilha funcionário em Carrefour da Capital
Justiça
Após 18 horas, 7 membros do PCC são condenados a 105 anos por decapitar jovem em Campo Grande
Operação Hot Point
Idoso é preso e multado em R$ 2 mil por pesca proibida no Rio Formoso
Qualificação
Senac Corumbá abre inscrições para cursos nas áreas da informática, saúde e beleza
Acidente
Motociclista sofre ferimentos em colisão com carro no bairro Aeroporto
Fronteira
Câmara busca apoio Federal para agilizar o Transporte Internacional de mercadorias
Deanópolis
Operação "Inescrupulosos" da PF combate esquema de fraude no Auxílio Emergencial em MS
Violência Doméstica
Marido ameaça mulher com dispositivo de choque no Popular Nova
Consulta Pública
Audiência pública revisa tarifa de abastecimento de água e esgoto sanitário em MS

Mais Lidas

Presente Inesperado
Policiais Militares de Corumbá fazem surpresa em aniversário de criança que sonha em ser PM
Péssimas Condições
Morte de motorista na BR 262 é mais um alerta para o perigo do tráfego na rodovia
Nova Corumbá
Foragido é preso com diversos itens suspeitos na mochila
Reivindicação
Vereadores pedem retorno das aulas presenciais na Rede Municipal