Menu
sábado, 19 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Site do governo federal mostra que Capital já recebeu mais de R$ 100 milhões para saúde em 2017

06 abril 2017 - 12h30Sylma Lima

Os serviços de saúde na Capital são alvos de reclamações da população e transformou-se recentemente num verdadeiro caos, inclusive agora se agravaram com prefeito Marcos Trad colocando a culpa nos médicos e perseguição nos plantões.

Falta de medicamentos e até falta papel para impressão dos exames são comuns na rede pública municipal. Mais o pior é a falta de médicos e principalmente pediatras, e o prefeito Marcos Trad resolveu abrir guerra contra os médicos a o Hospital Santa Casa, o maior do Estado.

Vereadores da Capital já analisam a instauração de um CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) sobre o caos na saúde de Campo Grande.

Outra questão que sempre está em discussão são os valores de repasses do governo Estadual e federal para o município, bem como os valores de repasses do município para o hospital particular ( filantrópico) da Santa Casa por meio de convênios.

A Santa Casa ( Associação Beneficente de Campo Grande) que é o maior Hospital do Estado, e recebe pacientes de toda região e atende pacientes do SUS ( Sistema Único de Saúde) através de convênios com Prefeitura e Estado e União. A Santa Casa também atende na rede particular com vários convênios.

Enquanto o Prefeito Marcos Trad se recusa a aumentar os repasses dos convênios para a Santa Casa, o diretor-presidente da Santa Casa Esacheu Nascimento diz que há defasagem e atrasos constantes nos repasses da prefeitura, e que o hospital vive no vermelho, sem condições de atender a enorme demanda.

Esacheu foi à Câmara de Vereadores e explicou como funcionam os serviços no hospital; disse que há um déficit de R$ 43 milhões de reais e pediu abertura de CPI.

Campo Grande não tem Hospital Municipal e fica dependendo da Santa Casa, já que as Unidades de atendimentos, UPAS e Postos de Saúde, UBS, não são suficientes.

No site da Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul (http://www.saude.ms.gov.br/) é possível verificar uma planilha com os valores dos repasses do governo do Estado para Campo Grande, num total de mais de 13 milhões de reais somente em janeiro/fevereiro e março de 2017.

O valor total de repasses de R$ 12.069.454.55 de recursos próprios do Estado, e mais R$ 1.699.126.63 de recursos sob a gestão estadual, totalizando R$ 13.768.581,18.

Na planilha disponível no site da Secretaria Estadual de Saúde estão discriminados todos os valores nas várias áreas da saúde e suas fontes, com os nomes das necessidades médicas, como de média e baixa complexidade, assistência farmacêutica, atenção básica, saúde familiar, para agente de saúde, atenção psicossocial, sistema penitenciário, média e alta complexidade, hospital do câncer, hospital são julião, MP, ambulatórios, dentre outros.

O município recebe também recursos diretamente do governo federal. No site do Fundo Nacional de Saúde apresenta planilha de repasses do Governo Federal para Campo Grande, sendo R$ 11.951.382,45, média e Alta Complexidade R$ 87.155.965,91, Assistência Farmacêutico R$ 4.697,147,49, Vigilância em Saúde R$ 3.145.833,43 e Investimentos R$ 499.9080,00, totalizando R$ mais de cem milhões de reais em repasses só nos três primeiros meses de 2017. ( Total: R$ 102.262.879,08). Veja abaixo: http://aplicacao.saude.gov.br/portaltransparencia/index.jsf

Detalhes de todos os valores dos repasses do Estado para Campo Grande podem ser consultados no site abaixo: http://www.saude.ms.gov.br/municipios/

No site da Santa Casa também são apresentados valores de convênios e contratos com o Poder Público ( Estado, Municípios e União):

http://santacasacg.org.br/canal/convenios-poder-publico

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Comissão rejeita proposta de inclusão de jornalistas, bancários e vigilantes em grupos prioritários
SAÚDE
SES autoriza municípios a vacinarem com a Pfizer adolescentes acima de 12 anos com comorbidades
POLICIAL
PRF apreende 450 mil maços de cigarro contrabandeados na Capital
GERAL
MPF aponta risco de desaparecimento de espécies no Rio Paraná
Rio Paraná Energia, empresa da holding China Three Gorges Corporation (CTG), é acusada de descumprir regras ambientais e levar à beira do desaparecimento peixes como Pintado e Dourado
SAÚDE
SES prepara distribuição das 70.160 doses de vacina contra a covid-19 em MS
GERAL
Fórum apresenta avanços do Plano Estratégico em MS
POLICIAL
PMA e Bombeiros resgatam ave em extinção ferida
GERAL
Contribuintes têm até o dia 3 de agosto aderir ao REFIS 2021
EDUCAÇÃO
Terminam hoje as inscrições do Encceja 2020 para privados de liberdade
GERAL
Homem fica ferido após queda de cavalo no Pantanal

Mais Lidas

GERAL
Homem fica ferido após queda de cavalo no Pantanal
GERAL
Bombeiros combatem incêndio em concessionária no Centro
POLICIAL
PM de Corumbá prende homem com mandado de prisão em aberto na área central
GERAL
Atenção ao prazo: licenciamento de veículos com placas 3 e 4 vence neste mês