Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Sinpol protocola ofício pela revisão da reforma previdenciária

03 fevereiro 2021 - 14h28Da Redação

Na tarde desta segunda-feira (1), o presidente do Sinpol, Giancarlo Miranda e o diretor administrativo, Alessandro Jacometo, participaram de uma reunião do Fórum dos Servidores Públicos Estaduais para discutir medidas frente ao aumento do desconto em folha imposto pela reforma previdenciária, em vigor a partir deste mês.

O presidente do Sintss/MS e coordenador do Fórum, Ricardo Bueno, destacou que a Lei foi aprovada em maio do ano passado, de forma covarde, em um momento em que não poderia haver mobilização sindical em função da pandemia. “Fizemos a luta virtual, mas não fomos atendidos pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul”.

Justamente nesta época de pandemia em que os servidores mais precisam, o desconto deve impor dificuldades no orçamento familiar de várias famílias, especialmente dos aposentados por invalidez.  Para os servidores públicos ativos, o desconto é de 14% sobre o total dos subsídios, e para os aposentados de 14% sobre valores que ultrapassarem o salário mínimo.

Diante deste cenário, nesta quarta-feira (3), o Fórum vai protocolar junto à Assembleia Legislativa de MS, um ofício dirigido ao presidente da Casa, deputado Paulo Corrêa, pedindo a abertura de canal para diálogo, de forma que os servidores sejam ouvidos e não somente o governo. Para Giancarlo Miranda, já está provado que em outros estados, como o MT, por exemplo, que é possível fazer diferente e diminuir o impacto na folha do trabalhador. “Fizemos o possível para barrar esse desconto, ingressamos com ação judicial que está Cobrapol, aguardando julgamento do mérito; estivemos na Assembleia Legislativa, protestando e pedindo apoio dos deputados; fizemos em meio a uma pandemia até mesmo uma carreata, buscando sensibilizar a sociedade e deputados sobre a nocividade desta medida, em meio a uma crise sanitária sem precedentes", declarou.

O Sinpol deve ingressar com mais uma medida judicial, desta feita, para reverter a cobrança dos aposentados por invalidez.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Desenvolvimento
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida