Menu
quarta, 22 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Sessão na Câmara marca homenagens a personalidades corumbaenses

03 dezembro 2018 - 10h22Câmara de Corumbá

Cumprindo metas da Carta Caiman, assinada em conjunto com o Governo do Estado no encontro realizado no Refúgio Ecológico Caiman, em Miranda, em 2016, o Governo Federal publicou portaria estabelecendo normas para a apresentação de projetos para recuperação da Bacia do Rio Taquari, por meio da conversão de multas ambientais. A portaria nº 3.447 foi publicada no dia 27 de novembro, no Diário Oficial da União.

A medida oficializada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) traduz o esforço do Governo do Estado, nesses quatro anos, para restaurar os recursos naturais destruídos pelo assoreamento do Taquari, bem como a economia na região e a qualidade de vida dos pantaneiros. O desastre ambiental inundou permanentemente 1,3 milhão de hectares, grande parte na planície de Corumbá.

A portaria ministerial para captação de recursos, via conversão indiretas de multas, prioriza a bacia hidrográfica do Taquari na definição dos projetos que serão apresentados no terceiro chamamento público do Ibama, com base no plano de recuperação e preservação do rio elaborado pelo Instituto do Meio Ambiente de MS (Imasul). As diretrizes propostas do Estado têm a anuência da sociedade organizada e da Agência Nacional de Águas (Ana).

Estado busca soluções

“Estamos dando um grande passo para, efetivamente, solucionarmos um dos maiores desastres ambientais do Brasil”, afirmou Jaime Verruck, secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro). Ele destacou que o governador Reinaldo Azambuja, desde o início de sua gestão, sempre teve a clareza da gravidade do assoreamento do rio, com consequenciais ambientais, econômicas e sociais.

Verruck ressalvou as dificuldades para implementar ações efetivas na Bacia do Taquari, por carência e indefinição de recursos federais e, também, a intensa judicialização que ocorrera ao longo de décadas, impedindo as intervenções para sua recuperação. “O Estado sempre teve um foco muito forte na questão do Taquari e buscou alternativas viáveis e na definição de um plano de recuperação, onde ouviu todos os segmentos envolvidos”, disse.

Para o secretário, o edital do Ibama não garantirá soluções definitivas à bacia taquarizana, contudo, acentuou que o Plano apresentado pelo Imasul ao Ministério do Meio Ambiente contempla todas as ações possíveis, as quais serão executadas em várias frentes e etapas. “É importante ressaltar que o edital do Ibama é resultado de uma ação do Estado, que culminou com a assinatura da Carta Caiman e a palavra empenhada do Governo Federal”, completou.

Uma luz no fim do rio

A proposta do Estado para recuperação do Taquari, segundo o presidente do Imasul, Ricardo Éboli, baseou-se no plano elaborado pela Comissão Interministerial, criada em 2006 e foi elaborada em conjunto com as organizações civis e o segmento produtivo. “Ao longo dos anos o Taquari foi assoreado de projetos, agora temos uma luz no fim do rio”, pontuou. “O Governo Federal deixou de olhar apenas para a Amazônia e pantanalizou as suas ações”.

Personalidades corumbaenses foram homenageadas pela Câmara Municipal no último final de semana, pelos relevantes serviços prestados à cidade, com reflexos significativos na população pantaneira.

Foi durante uma Sessão Solene realizada no plenário da Casa do Barão de Vila Maria, por iniciativa dos vereadores Tadeu Vieira e Cristóvão Contador, dirigida pelo presidente do Poder Legislativo Evander Vendramini, com apoio de todos os demais vereadores.

A sessão foi marcada pelas entregas de moções de congratulações a pessoas que prestam relevantes serviços ao município, uma iniciativa de Tadeu Vieira, bem como a professores de Educação Física, em reconhecimento ao trabalho desenvolvido por eles, beneficiando diretamente a comunidade pantaneira, iniciativa de Cristóvão Contador.

A homenagem prestada a pessoas que contribuem para o desenvolvimento da cidade, integra as celebrações do aniversário de Corumbá que, este ano, completou 240 anos de fundação em 21 de setembro. Em virtude das eleições, a Câmara realizou o ato na última sexta-feira, 30 de novembro.

“É um momento importante”, comentou Tadeu. “É o reconhecimento, por parte da Câmara, a todas as pessoas que contribuem para o desenvolvimento da cidade, bem como aos profissionais de Educação Física eu desenvolvem um grande serviço em prol da nossa população”, acentuou.

A entrega de moções aos professores de Educação Física, conforme Cristóvão, foi uma forma de celebrar a data dedicada a esses profissionais (1º de setembro), “além de homenageá-los pelos excelentes e relevantes serviços prestados à população. São pessoas que desenvolvem uma importante função para o desenvolvimento físico, intelectual e da saúde das pessoas”, observou o vereador.

O presidente Evander Vendramini também enalteceu o ato, afirmando ter sido uma “justa homenagem a todos os educadores de Educação Física, bem como àquelas pessoas que contribuem para o desenvolvimento da cidade”.

Citou como exemplo, o padre Marco Antônio Alves Ribeiro, pelo trabalho realizado na cidade, em relação aos haitianos. “Cada um, dentro da sua atividade, tem contribuído para o desenvolvimento de nossa cidade. É um dever, obrigação nossa, homenagear pessoas que ajudam a construir”, concluiu.

Homenageados

Na sessão foram homenageadas as seguintes personalidades: Wilson Dias de Amorim, padre Marco Antônio Alves Ribeiro, Faissal Robban, Mercedes Elizabeth Zapata Antezana, Arthur Torrezan Campos, Ramão Reinaldi e Moisés Fonseca da Silva.

Já os professores de Educação Física homenageados foram: Luiz Paulo Freitas Ribeiro, Silvino Rodrigues Ribeiro, Laura Fernandes Vaz, Denise Ayala Xavier, Rogério Caldeira, João Roberto de Freitas, Osvaldo Gonçalves Júnior, Mônica Meireles Vieira Philbois, Carlos Roberto de Andrade, Davi Vital de Rosário, Léa Maria Corrêa Calábria Teixeira, Raquel Anani da Silva Bryk, Clay Anderson Correa Paravisini, Lucélia Veronica Ximenes da Costa, Ellen Rafaela dos Passos, Dahoud Robban (Davi), Jeancarlo Cestari, Eliegy Ferreira, Roselene Lima Ayala Pacola e Maria Aglauri Gomes Barbosa El Salla.

Além dos vereadores Evander Vendramini, Tadeu Vieira e Cristóvão Contador, participaram da sessão Gaúcho da Pró-Art, Manoel Rodrigues, Roberto Façanha, Baianinho, Yussef Salla, Domingos Albaneze Neto e Paulo Bertini.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Brasil quer atrair mais investimentos privados, diz presidente na ONU
21 de setembro
Incêndios continuam e Corumbá não tem motivo para celebrar o dia da árvore
Mudança no prazo
Saúde mantém vacinação para adolescentes em MS
Dados Estatísticos
Índices de criminalidade apresentam queda em Mato Grosso do Sul
Limpeza
Nos dias 22 e 23 tem ação de combate à dengue no bairro Cravo Vermelho
Evento Virtual
Semana Temática do Empreendedorismo acontece nos dias 28, 29 e 30 de setembro
Crime
Concen pede ação da Polícia Civil no combate ao furto de fios de energia em MS
Maratona
Prorrogadas inscrições para o Hackathon IFMS
Naviraí
Casal preso por tráfico de aves silvestres recebe multa de R$ 2,5 milhões da PMA
243 anos
Corumbá celebra aniversário com retomada de desenvolvimento

Mais Lidas

Denúncia
Bar é fechado e proprietário é multado em R$ 5 mil por poluição sonora
Fronteira
Mulher presa com "cinturão de cocaína" receberia R$ 1.500 pela travessia
Oportunidade
Senac Corumbá abre inscrições para cursos na área da saúde
Tempo
Primavera terá La Niña de fraca intensidade, chuvas abaixo da média e muito calor