Menu
quinta, 05 de agosto de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Maio
Geral

Senai e Absolar apresentam vantagens e oportunidades da energia solar fotovoltaica

04 abril 2019 - 08h39Assessoria de comunicação

Com objetivo de difundir conhecimento e fomentar o uso de fontes de energia renováveis em Mato Grosso do Sul, o Senai e a Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) realizaram, nesta quarta-feira (03/04), no auditório da Faculdade do Senai de Campo Grande, o “Painel Solar”, onde foram apresentados aos empresários e interessados em investir em energia fotovoltaica as oportunidades e vantagens do segmento.

Ao abrir o encontro, o presidente do CDTI (Conselho Temático Permanente de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação) da Fiems, Luiz Cláudio Sabedotti Fornari, destacou que a questão energética é um gargalo para o desenvolvimento futuro. “Não temos mais para onde fugir e os empresários do Estado precisam entender que é preciso investir em novas fontes de energia. O Senai tem tomado a dianteira nessa área aqui em Mato Grosso do Sul e conta com uma equipe altamente competente e com condições de oferecer apoio aos empresários do Estado”, afirmou.

O diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, acompanhado do gerente do Senai Empresa, Thales Saad, apresentou o portfólio de soluções da instituição para melhorar a competitividade das indústrias, com foco no PSGE (Programa Senai de Gestão Energética). “O Senai presta essa consultoria simulação da planta de geração necessária para suprir a demanda por energia elétrica da unidade consumidora entre o portfólio das energias renováveis, elaboramos o anteprojeto e consultamos preço com 33 empresas parceiras para implementação dos sistemas de geração”, explicou.

Ele acrescentou que houve um aumento exponencial de unidades residenciais, comerciais, industriais e rurais com sistemas fotovoltaicos instalados pelo Senai no Estado. “E estamos tentando fazer com que os interessados tenham o melhor recurso utilizado. Paralelo a isso, nós disponibilizamos para todos os interessados, por meio do site www.simuladorsenai.com.br, um simulador online que informa os sobre os custos e vantagens do investimento de placas fotovoltaicas”, ressaltou.

Na avaliação do presidente-executivo da Absolar, Rodrigo Sauaia, esse evento é um ótimo momento para que possamos refletir sobre benefícios, vantagens e oportunidades para que os consumidores economizem utilizando energia solar fotovoltaica. “Também é uma oportunidade de negócios para micro e pequenos empresários que desejam investir nessa área e a ideia é mostrar aqui o panorama da energia solar fotovoltaica no Brasil e no Mato Grosso do Sul, além de oportunidades e desafios que o Estado enfrenta para avançar no uso dessa tecnologia”, apontou.

Segundo Rodrigo Sauaia, Mato Grosso do Sul atualmente ocupa a 11ª posição no ranking nacional de energia solar fotovoltaica, 2,2 Megawatts instalados em projetos de energia solar de pequeno porte operacionais. “Isso representa mais de R$ 60 milhões investidos pelo setor no Estado, mas é muito pouco perto de todo o potencial que existe aqui. Então ainda há um espaço muito grande para o desenvolvimento de investimentos de pequeno porte, na zona rural e também usinas de grande porte”, completou.

 Repercussão

 Para o gerente da empresa Disbralens, Leandro Martins, o cenário de energia solar tem se mostrado promissor e uma oportunidade de redução de custos. “Nossa empresa tem gastos muito grandes com a conta de energia elétrica e acho que eventos como esse são muito importantes para que os empresários tenham mais conhecimento sobre o assunto e vejam a melhor alternativa de investimentos”, disse.

Na mesma linha, o diretor comercial e de operações da Sanesul, Onofre Assis de Souza, reforçou a importância de um evento para esclarecer interessados em investir em energia fotovoltaica. “A nossa principal despesa é com folha de pagamento e a segunda maior é com conta de energia elétrica. Com a necessidade de reduzir custos, estamos analisando a possibilidade de investir em energia fotovoltaica e o Senai sempre foi um parceiro nosso”, considerou.

Já o coordenador de manutenção do Aeroporto Internacional de Campo Grande, Leonardo Pessoa, comentou que a instalação de placas fotovoltaicas está no projeto de reforma do espaço. “Temos 13 unidades consumidoras e a reforma beneficiará apenas duas, mas estou aqui para entender mais sobre as opções e alternativas para verificarmos a viabilidade econômica de instalar as placas em todo o aeroporto”, finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Apropriação
Líder comunitário desmente apoio de prefeito na obra da estrada do Porto Esperança
9 de agosto
Evento virtual do IFMS abordará o Dia dos Povos Indígenas
3ª edição
Neste sábado tem Feira Segura com produtores de assentamentos
Incentivo
Pista de skate do Poli pode ganhar reforma após destaque do esporte nas Olímpiadas
Legislativo
Recuperação asfáltica e fornecimento de água no São Gabriel são pautas na Câmara Municipal
Volta às Aulas
Legislativo investiga qualidade da merenda nas escolas do município
Vacinação
Butantan recebe matéria-prima para 8 milhões de doses de vacina
Força Tarefa
Detran-MS abre mais de 200 vagas para exames teóricos em Corumbá
Dia Nacional da Saúde
Estado apresenta balanço positivo nos investimentos em hospitais e combate à pandemia
Na madrugada
Rapaz não resiste a facadas e morre no Pronto Socorro

Mais Lidas

Como fica?
Universidades de MS devem manter aulas presenciais suspensas até o fim do ano
De volta!
Câmara de Corumbá adota medidas mais flexíveis e retoma atendimento presencial
Arte Popular
Jardim do Artesanato expõe e comercializa trabalhos de artesões da cidade
Fiscalização
Vereador solicita inclusão de Corumbá na CPI da Energisa na Assembleia