Menu
quinta, 06 de maio de 2021
Governo - O Estado que cresce - Maio
Geral

Senai de MS recebe auxílio do Senai de MG para implantação do “Lean Educacional”

27 outubro 2018 - 08h56assessoria de imprensa

Pensando em aumentar a produtividade dos alunos nas aulas práticas, aumentando a qualidade do ensino e otimizando recursos, a equipe educacional do Senai de Mato Grosso do Sul recebeu, nesta quarta-feira (24/10) e quinta-feira (25/10), a visita do analista de projetos educacionais do Senai mineiro, Marcos Newton Junior Moreira Mendes, para receber auxílio na implantação do projeto Lean Educacional.

Segundo Marcos Newton Mendes, o projeto foi baseado no Programa Brasil Mais Produtivo, desenvolvido pelo Senai com foco em melhoria de produtividade nas indústrias e que já está presente em 70 unidades da instituição no País. “Foi uma metodologia que desenvolvemos a partir do Brasil Mais Produtivo tentando identificar os desperdícios existentes na parte prática das aulas do Senai e identificamos que os alunos têm um aproveitamento médio de um terço do que é proposto, ou seja, se temos 300 horas aula, o aluno aproveita apenas 100 horas e 200 horas são desperdiçadas”, explicou.

Dentro do desperdício, o analista do Senai de Minas Gerais aponta excesso de processamento, movimentação, conversas, atrasos e outras coisas. “Então o trabalho é identificar esses desperdícios e quebrar esse paradigma. É programa muito válido porque ele, além de dar um resultado de qualidade para o aluno, terá um impacto direto na indústria, porque já estamos formando um profissional com essa ideia de produtividade”, completou.

Na avaliação da gerente de educação do Sistema Fiems, Simone Cruz, o projeto será implantado inicialmente como um curso piloto nas unidades do Senai de Campo Grande, Corumbá, Dourados, Naviraí e Três Lagoas. “É uma normativa para ganharmos qualidade de gestão e organização que tem de fazer parte da metodologia de aprendizados dos alunos. Ter isso dentro do dia a dia da sala de aula só traz para o Senai maior qualidade na formação dos jovens. Não vamos dar um curso de lean manufacturing ou manufatura enxuta, mas vamos fazer com que isso faça parte do dia a dia da sala de aula, mudando toda uma postura de organização institucional, a performance dos professores e o aprendizado dos alunos”, afirmou.

Segundo o gerente do Senai de Campo Grande, Hélio Pereira Vilaça, o projeto será iniciado na unidade pelo curso de metal mecânica. “Vamos utilizar a ferramenta utilizada no Brasil Mais Produtivo, que agora será aplicada na área da educação. Isso vai trazer uma redução dos nossos custos, eliminando os desperdícios. Vemos isso com bons olhos e já estamos formando multiplicadores para expandirmos para todos os cursos, porque além da redução dos custos, já preparamos o aluno para essa metodologia que é utilizada nas indústrias”, ressaltou.

Como Surgiu o “Pensamento Lean”

Na década de 80, pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology – MIT –, vinculados ao International Motor Vehicle Program – IMVA –, realizaram um criterioso e profundo trabalho de pesquisa nas organizações do setor automobilístico localizadas nos EUA, Europa, Japão e Coreia do Sul. Essa pesquisa foi publicada em 1990 por J. Womack, D. Jones e D. Roos através do livro “The Machine That Changed the World”.

A citada pesquisa identificou principalmente nas indústrias automobilísticas asiáticas, boas práticas na gestão dos negócios, nas relações com parceiros e na eficácia dos sistemas de gestão e manufatura. Várias dessas práticas foram identificadas como as responsáveis pelo êxito de algumas empresas analisadas, principalmente as japonesas. A Toyota foi a que se apresentou com técnicas e modelos de gestão e de produção mais eficazes.

A contextualização e sistematização dessas práticas, com foco integrado na produção e no consumo, tendo o produto como elo, foram denominadas de Pensamento Lean. O termo lean (enxuto) foi utilizado inicialmente por J. Krafcik, pesquisador do IMVP. Um roteiro inicial para o entendimento do Pensamento Lean foi proposto por J. Womack e D. Jones no livro “Lean Thinking”. Os autores expandiram a utilização do Pensamento Lean a outros setores e o sistematizaram em cinco princípios: valor, cadeia de valor, fluxo da cadeia de valor, produção puxada, e busca da perfeição.

No livro Sistema de Produção Lean Manufacturing, desse autor, e cuja 2ª edição foi publicada recentemente, o Pensamento Lean é delimitado, com o suporte da filosofia Just-in-Time, independente do setor organizacional, pelos ciclos de produção e de consumo e associado a oito técnicas ou programas para ações de melhoria e de redução de custos, associadas a quatro focos: foco nas estruturas do Programa 5S e células de produção; foco na mão de obra Poka Yoke (prevenção de falhas humanas) e Jidoca (autonomação); foco nos equipamentos de troca rápida de ferramentas (redução Setup) e manutenção produtiva total; e foco nos movimentos Sistema Kanban (movimentos internos) e Milk Run (movimentos externos).

O Pensamento Lean tem como objetivo principal “enxugar” todas as etapas do processo, ao eliminar desperdícios, o que não agrega valor ao produto (bem ou serviço), nas mais diversas atividades organizacionais. Sua utilização vem sendo frequente e plena nos setores industrial, hospitalar, educacional, entre outros. Procure conhecer, aprender e aplicar o Pensamento Lean. Os resultados serão imediatos e gratificantes. Seus acionistas e seus clientes vão agradecer.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
MS recebe 50,5 mil doses da Astrazeneca do Ministério da Saúde
GERAL
PMA de Corumbá recebe doação de viatura da Vale para uso na fiscalização no Pantanal
SAÚDE
Prefeitura leva atendimento médico de rotina para o Porto Esperança
POLICIAL
Jovem é preso com 483 unidades de maconha no Cristo Redentor
POLICIAL
PMA apreende mais três tigres d'água em chácara
COVID-19
Vereador reforça necessidade de imunizar trabalhadores do CAC contra a Covid
ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em maio podem sacar auxílio emergencial
POLICIAL
PRF apreende mais de 1,5 tonelada de maconha em MS
CIDADE
Vereador solicita informações sobre estágio de projeto de reforma do antigo mercadão
SEMANA NACIONAL DAS COMUNICAÇÕES
Wi-Fi Brasil leva internet a mais de 13 mil pontos remotos do país

Mais Lidas

POLICIAL
Assaltante é preso em flagrante no bairro Popular Velha
CONTRABANDO
PRF apreende carga com prata na BR 262 avaliada em 2 milhões de reais
EDUCAÇÃO
Senac oferece desconto de 30% em cursos EAD em diversas áreas
APOIO A SAÚDE
Vale inicia nova parceria na região com o projeto Ciclo de Saúde Pantanal