Menu
segunda, 21 de junho de 2021
Assembleia de MS - Campanha Mãos - Junho
Andorinha - Maio
Geral

Senado vota PEC de adiamento das Eleições 2020 na próxima terça-feira

19 junho 2020 - 16h15Midia Max

Na próxima terça-feira (23), o Senado deve votar a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) de adiamento das eleições municipais de 2020. A votação foi confirmada pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre, nesta sexta-feira (19).

“Na terça-feira pautaremos o substitutivo do senador Weverton Rocha (PDT-MA) para votação em primeiro e segundo turnos”. Assim, o presidente do Senado afirma que os parlamentarem deverão “garantir, principalmente, os prazos já estabelecidos, segurança jurídica e o fortalecimento da democracia com as eleições ainda neste ano”.

Segundo a proposta do senador, as eleições seriam adiadas para 6 e 20 de dezembro. Então, caso o texto seja aprovado em dois turnos pelo Senado, a PEC seguirá para análise da Câmara dos Deputados.

Reunião com TSE

Além da votação, Davi confirmou uma reunião na segunda-feira (22), para discussão do adiamento das eleições. O encontro deve começar às 14h e contará com a presença dos senadores, representantes do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), da CNM (Confederação Nacional dos Municípios) e outras instituições.

A sessão temática também terá a presença do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso. O Senado e TSE estão alinhando pensamentos devido ao cenário de pandemia que o Brasil se encontra. Então, o adiamento das eleições seria para garantir a segurança dos cidadãos em relação ao coronavírus.

Senadores de MS

Após o Senado ter pautado uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) para adiar as eleições municipais de outubro devido a pandemia do coronavírus, senadores de Mato Grosso do Sul ressaltam a necessidade da definição ainda em junho.

A reunião aconteceu de forma virtual, na última quarta-feira (17). A sessão abriu espaço para senadores exporem pontos de vista sobre a PEC de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Segundo a proposta do senador, as eleições seriam adiadas para 6 e 20 de dezembro.

Assim, o senador Nelsinho Trad afirmou que o Congresso Nacional está preocupado apenas com a nova data para as eleições. O parlamentar ressaltou que outras datas que formam o calendário eleitoral também serão afetadas e merecem atenção. “A gente esquece que existe uma série de regulamentações que são realizadas pelo TSE e pelos TREs dos estados, que tem como balizamento, a data da eleição”, explicou.

Sobre o adiamento das eleições para dezembro, como prevê a PEC, a senadora Soraya Soraya Thronicke  afirma que é uma boa escolha. “Isso deixa a gente mais tranquilos, porque nem na pré-campanha nós temos espírito, para trabalhar uma pré-campanha”, afirmou.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CULTURA
Votação para concursos de Andores de São João e Mini Andores termina amanhã
POLICIAL
PMA surpreende caçador, apreende arma e munições e frustra caçada ilegal
SAÚDE
Secretaria de Estado de Saúde distribui aos municípios 97.500 doses da vacina da Astrazeneca
CORONAVÍRUS
Corumbá registra em maio o segundo pior número nos óbitos por Covid-19 do ano
ECONOMIA
Empresários têm 9 dias para renegociar débitos do Fadefe
SAÚDE
Dia Mundial da Yoga: atividade terapêutica melhora qualidade de vida
ECONOMIA
Auxílio emergencial: beneficiários do Bolsa Família recebem hoje
ESPORTE
MS vai ao pódio seis vezes no Brasileiro de Canoagem Descida e assegura duas vagas ao Mundial
POLICIAL
Homem é preso por assédio contra criança no Conjunto Guatós
CORONAVÍRUS
Conheça a diferença entre Lockdown, toque de recolher, restrição e problema coletivo

Mais Lidas

PROCURADOS
Mato Grosso do Sul tem 8 dos criminosos mais importantes na lista da Interpol
GERAL
Com lotes a partir de R$ 200, SAD fará leilão de 38 lotes de veículos e sucatas de veículos em julho
RESGATE DE ANIMAL
PMA de Corumbá resgata filhote de veado em condomínio no Aeroporto
POLICIAL
PMA prende infrator por porte ilegal de arma de caça