Menu
sábado, 15 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Saúde vai fazer mobilização no Dia Mundial do Rim, em Ladário

24 fevereiro 2017 - 12h35PML

A Secretaria Municipal de Saúde prepara uma mobilização para o dia 9 de março, Dia Mundial do Rim, com o intuito de orientar a população sobre os riscos e consequências das doenças renais crônicas. Hoje, cerca de 35 pacientes de Ladário, atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), fazem o tratamento de hemodiálise, e a intenção é justamente a prevenção para evitar que se cheguem a esse ponto.

“Ladário resolveu abraçar essa causa, mobilizar e conscientizar a população em relação a alimentação saudável, a prática da atividade física, ao controle da pressão arterial e glicemia, evitando com isso complicações renais”, disse a secretária de Saúde, Ana Lúcia Vasconcelos Pereira. Ela está à frente do projeto que será desenvolvido na Praça do Coreto, na Avenida 14 de Março, a partir das 8 horas da manhã.

Ana Lúcia explica que o maior motivo da falência dos rins é a falta de controle da hipertensão e da glicemia. Essas doenças são responsáveis por provocar a perda das funções renais. Os rins são os órgãos responsáveis por livrar o sangue das toxinas e por eliminar o excesso de água do organismo.

“Nós temos um quantitativo considerável no município de pacientes hipertensos e diabéticos, e isso acaba refletindo no número de doentes renais e daqueles que chegam à hemodiálise”, disse a secretária. “São pacientes que não fazem o acompanhamento adequado, porque o tratamento está relacionado à conscientização. Não é só a medicação que é importante, é um conjunto, alimentação, atividades físicas, mudança de hábitos”, afirma Ana.

É a preocupação com a forma que as pessoas tratam essas doenças, sem dar a elas a devida importância, que a Secretaria Municipal de Saúde pretende fazer a mobilização, como forma de apontar hábitos saudáveis para evitar extremos que podem ir de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), à hemodiálise.

O AVC pode ter sequelas irreversíveis, como perda de memória e dos movimentos de parte do corpo. A hemodiálise é um tratamento bastante invasivo. O sangue do paciente é retirado, passa por uma máquina que faz a mesma limpeza que os rins fariam, e volta para o corpo. São quatro horas por sessão, três vezes por semana, o que acaba impossibilitando os doentes de assumir muitos compromissos, como trabalhar e viajar, por exemplo.

Durante a mobilização em Ladário médicos, enfermeiros, técnicos e agentes de saúde estarão na avenida para conversar com as pessoas, tirar dúvidas e explicar tudo sobre a Doença Renal Crônica (DRC). “Vamos ter aferição de pressão, glicemia, atividade física e vamos falar sobre atividades saudáveis relacionadas à alimentação e atividade física”, finalizou Ana Lúcia.

Outro fator de agressão aos rins é a utilização contínua de alguns medicamentos, como anti-inflamatórios. É por isso que a atitude mais correta, diante de qualquer problema de saúde, é procurar um médico. Só os especialistas podem receitar o remédio certo pelo período correto, sem agredir aos órgãos do corpo humano. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÂNSITO
Jovem de 19 anos morre após subir em capô de carro e namorado bater em poste na Capital
GERAL
Começa a valer hoje nova política de privacidade do Whatsapp
GERAL
Detran-MS continua mutirão de renovação de CNH com EAR neste sábado
GERAL
Cuidados com a pele devem ser redobrados como inverno
ESPORTE
Final do Cariocão 2021 começa neste sábado com o clássico Fla x Flu
SAÚDE
Saúde reforça a importância dos cuidados de biossegurança
GERAL
Sorteio da Mega-Sena deste sábado tem prêmio estimado em R$ 33 milhões
GERAL
Pesquisadores alertam para riscos de crianças expostas a telas
CORONAVÍRUS
Alerta Covid: Casos confirmados e internações continuam crescendo
CULTURA
Semana Nacional de Museus terá lançamento de livros sobre Patrimônio de Corumbá

Mais Lidas

POLICIAL
Polícia Federal apreende 280 Kg cocaína na parte alta de Corumbá
VACINAÇÃO
Poliesportivo está aberto para repescagem e aplicação de segunda dose da vacina da Covid-19
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Bombeiros socorrem vítimas de colisão de carros no Centro
OPORTUNIDADE
IEL tem 91 vagas de estágio para Campo Grande, Camapuã e Corumbá