Menu
sábado, 25 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia

23 julho 2021 - 08h16Sylma Lima

Desde o início do mês de julho, os corumbaenses não podem mais contar com o serviço de urologia no Hospital Municipal nem no Pronto Socorro, isso porque a administração hospitalar da Santa Casa de Corumbá, que é realizada por meio de uma junta tripartite entre o governo federal, estadual e municipal, não renovou o contrato com os médicos especialistas da cidade. 

O Capital do Pantanal teve acesso ao documento de comunicação interna, assinado pelo coordenador do Pronto Socorro Municipal/Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Emerson F. Moreira, com data de 1° de julho, onde é informado aos plantonistas que a partir da data do documento, não haverá sobre aviso, chamados ou pareceres de Urologia.  

Em resposta à reportagem, a secretaria de saúde do município informou que o serviço de urologista é oferecido no Centro de Especialidades Multiplas, o CEM, porém no local ocorre apenas consulta clínica mediante agendamento.

De acordo com o doutor Cristiano Xavier, um dos médicos urologistas da cidade, casos de emergência que chegarem ao Pronto Socorro ficam descobertos, uma vez que a Santa Casa não pode manter internado um paciente que necessita do especialista. "O município tem responsabilidade nisso, a Santa Casa está sob intervenção e o interventor é o município, responsável por gerir a Santa Casa", opina o médico.

Em caso de trasnferência para Campo Grande, o paciente deverá enfrentar uma viagem que pode chegar a sete horas. O tempo no translado pode comprometer a integridade da saúde do paciente em diversos casos, à exemplo de uma criança com quadro de testículo torcido, que após cinco horas pode ter o aparelho urinário comprometido e até perder o órgão em casos mais graves.    

O Capital do Pantanal conseguiu contato com médicos urologistas da cidade, eles confirmaram que enviaram uma proposta a administração da Santa Casa há mais de quarenta dias e que o o contrato não foi renovado.  A cidade tem quatro especialistas na área, Cristiano Xavier, Domingos Albaneze, José Geraldo de Oliveira Alves e Rodolfo Costa Marques Pereira da Rosa, porém nenhum deles foi contratado.  

 

Matéria atualizada às 9h50 com informações da secretaria de saúde do município

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Bairro Vila Mamona
Funcionários de construção amarram autor de furto e acionam PM
Capital
Presos usam celulares até em banho de sol na Máxima
Flagrante
Dupla é presa por tráfico de drogas na área central de Corumbá
Estava Foragida
Boliviana investigada por desastre da Chapecoense é mantida em Corumbá até extradição