Menu
terça, 25 de janeiro de 2022
Andorinha Janeiro/2022
Andorinha Mobile - Janeiro 2022
Geral

Sanesul é cobrada para eliminar descarte de lodo na região do Porto Geral

01 dezembro 2021 - 10h14Redação com informações da Câmara de Corumbá

A execução de obras necessárias para eliminar de forma definitiva o descarte de lodo resultante do processo de tratamento da água bruta, direto no Rio Paraguai, é o que está cobrando o vereador Nelsinho Dib junto à Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), como forma de acabar com os problemas que ocorrem com frequência na região do Porto Geral de Corumbá. 

Esta semana, durante sessão do Poder Legislativo, o vereador por meio de requerimento, questionou o diretor-presidente da Sanesul, Walter Benedito Carneiro Junior, para que informe à Câmara, um prazo para início e conclusão das obras já previstas em projeto, visando eliminar esse problema que tem causado danos ao meio ambiente. 

Nelsinho informou que o descarte de lodo do processo de tratamento da água bruta, ocorre direto em galeria de água pluvial que deságua no Rio Paraguai, originando o conhecido ‘baceiro’ que se formou no Porto Geral. 

Lembrou que as reclamações em relação a esse problema são constantes e que hoje, por conta do baixo nível do Paraguai, está bem mais visível, inclusive provocando assoreamento, descaracterizando as margens do maior rio pantaneiro. 

Em Albuquerque

Ainda à Sanesul, o  vereador solicitou providências no sentido de regularizar o abastecimento de água tratada, nos padrões iniciais do período de implantação do equipamentos de Osmose Reversa, para atender os moradores no Distrito de Albuquerque. 

Por meio de requerimento, Nelsinho pediu esclarecimento sobre o motivo de estar ocorrendo desligamento do bombeamento de água tratada no período noturno (das 00:00 às 06:00 horas); se procede que haverá a retirada da equipe da Sanesul, responsável pelo atendimento, durante o período noturno, fora do horário comercial, bem como se houve alguma alteração no sistema de tratamento de água pela concessionária, retorna ao sistema antigo. 

O vereador explicou que as reclamações são crescentes no distrito, e que esse problema tem afetado não só os moradores, mas turistas que visitam a região que acabam obrigadas a consumir água salobra, sem contar o problema da estiagem e o calor que faz em toda a região. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fronteira com Paraguai
Agência antidrogas localiza laboratório e destrói 6 toneladas de maconha
Proposta
Redução de preço é condição para manter ICMS sobre combustíveis congelado
Alerta
Estação Porto Esperança mantem baixa por uma semana
Benefício
Portadores de síndrome de Down passam a ter isenção de ICMS na compra de veículos 0km
Tráfico de Drogas
Homem é preso com 620 kg de maconha após perseguição em rodovia
Receptação
Homem é flagrado com moto roubada em blitz no centro
Denúncia
Homem rompe tornozeleira e é reconduzido para presídio
3ª Fase
Preso terceiro envolvido no sequestro e roubo em escola municipal de Corumbá
Variedade
Qual é o melhor banco digital para PJs?
4 quilos
Cocaína ocultada em papel é apreendida em van que seguia para Campo Grande

Mais Lidas

Fronteira
Família simulou venda de 20 mil toneladas de grãos em MS para 'maquiar' tráfico de cocaína
Crime de 2016
Homem condenado por estupro de vulnerável é preso em Corumbá
Desdobramentos
Polícia recupera TV furtada e prende mulher por receptação
Começa hoje
Programa Vale Universidade abre inscrições com 1 mil vagas disponíveis