Menu
segunda, 01 de março de 2021
Governo do Estado - Campanha de Março
Geral

Reunião de Azambuja com Michel Temer, Câmara e Senado termina sem acordo

05 outubro 2016 - 09h36Correio do Estado

Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), se reuniu hoje com o presidente Michel Temer (PMDB) e 20 governadores de outros estados, para tratar sobre repasses e ações federais para minimizar a crise econômico-financeira dos estados. Audiência terminou sem definições concretas e presidente sinalizou que dará uma posição sobre o pedido de socorro financeiro em nova reunião.

Na audiência, Azambuja reforçou o pedido de ajuda financeira, renegociação de dívidas e compensação de perdas com o Funda das Exportações. Reunião não estava agendada e presidente recebeu os governadores depois de retornar de viagem ao Paraguai.

Reivindicações dos estados foram encaminhadas no mês passado em reunião de governadores com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Carmem Lúcia e documento também foi encaminhado ao presidente Michel Temer. Alguns estados chegaram a ameaçar decretar estado de calamidade.

Hoje, segundo o governador, Temer recebeu as investigações e informou que irá conversar com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para analisar como resolver a questão.

Azambuja e governadores de estados do Centro-Oeste, Norte e Nordeste estavam em Brasília para encontro com o presidente do Senado, Renan Calheiros, e com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Neste encontro, Reinaldo defendeu o repasse de parte dos recursos arrecadados com as multas de valores repatriados pela União para estados e municípios, para minimizar a crise financeira e ajudar no equilíbrio fiscal.

Segundo o governador, em relação ao repasse dos recursos arrecadados com as multas de valores repatriados, o Congresso deve votar até novembro a matéria que trata do assunto. Segundo projeções divulgadas hoje, Mato Grosso do Sul teria direito a cerca de R$ 445 milhões , se for seguida a regra de distribuição do Fundo de Participação dos Estados.

Amanhã, governador participará de nova reunião com a presidente do STF, Carmem Lúcia, para continuar discutindo a pauta da revisão do pacto federativo, com o objetivo de diminuir o peso das responsabilidades do Governo Federal sobre os estados. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PGE
Vídeo sobre planejamento financeiro está disponível no canal da PGE/MS
SAÚDE
Fiocruz espera ter 'protagonismo' na vacinação em abril com 30 milhões de doses
NOTA MS PREMIADA
Chance de ganhar no Nota MS Premiada é 28 vezes maior do que na Mega-Sena
TRÂNSITO
Capotamento na BR-163 mata adolescente e deixa motorista em estado grave
EDUCAÇÃO
IFMS oferece vagas para portadores de diploma e transferências no Campus Corumbá
SAÚDE
Brasil tem recorde de mortes por covid-19 pelo terceiro dia seguido
ECONOMIA
Acumulada, Mega-Sena sorteia hoje R$ 50 milhões
ECONOMIA
Banco do Brasil ajuda estados e municípios a cobrar impostos via Pix
TURISMO
Fornatur e ABEAR se reúnem para alinhar acordos com empresas aéreas durante pandemia
GERAL
Agesul conclui manutenção de muitas estradas após período de chuvas

Mais Lidas

EDUCAÇÃO
IFMS oferece vagas para portadores de diploma e transferências no Campus Corumbá
TRÂNSITO
Capotamento na BR-163 mata adolescente e deixa motorista em estado grave
GERAL
Complexo hospitalar de Corumbá está com 85% de sua estrutura pronta
PESCA
PMA lança e disponibiliza Cartilha do Pescador 2021 com todas regras de pesca