Menu
sexta, 15 de janeiro de 2021
Andorinha - campanha dezembro
governo presente janeiro/21
Geral

Protesto de ribeirinhos ganha apoio da deputada federal Bia Cavassa

18 fevereiro 2019 - 08h36Sylma Lima

O último final de semana da deputada federal Bia Cavassa (PSDB) foi de intensa movimentação tanto em Corumbá quanto em Ladário A deputada pantaneira se reuniu com o legislativo e executivo daquele município a fim de tomar conhecimentos das necessidades e se inteirar das demandas mais urgentes. Bia que ganhou fôlego novo para atuar nos próximos quatro anos, uma vez que Alcides Bernal teve processo indeferido, em definitivo ,pelo Supremo Tribunal Federal, quando tentava reaver a vaga de segunda suplência.  

Mais relaxada quanto est ultima pendencia a deputada pantaneira participou de um ato de protesto da comunidade ribeirinha que sofreram as consequências do assoreamento do rio Taquari, na pela, nos últimos dias, cujas embarcações os deixaram ‘ilhados’. Alguns foram socorridos de lancha pela equipe do Corpo de Bombeiros com problemas graves de saúde e, outros foram resgatados com auxilio das forças militares, na limpeza do canal obstruído por ‘baçeiros’ que impediram a navegabilidade no leito do rio.

Toda essa situação que já vem se arrastando há mais de 30 anos, e com dezenas de anúncios da captação de recursos para a drenagem do rio, não tem surtido efeito, pois, as consequências do maior desastre ecológico do Pantanal Sul Matogrosense continuam dando reflexos negativos na vida daquela população, que não tem outro meio de subsistência, além da pesca, e não quer deixar o pouco que sobrou de suas terras.

“Todos nós acompanhamos o drama de dezenas de ribeirinhos que ficaram encalhados no Rio Negrinho nesta última semana. Por três dias eles ficaram ali sem água potável, comida e sofrendo o calor implacável, típico da nossa região. No final das contas - em uma situação de desespero - eles arriscaram suas vidas e desencalharam eles mesmos três embarcações de passageiros e gado”.

Conhecedora da problemática, Bia, lamentou a situação e falta de apoio político, “ tudo por conta de algo que já era para ter sido feito há décadas: a dragagem dos rios daquela região para aumentar o alargamento e profundidade do leito do rio - e assim minimizar o desastre ambiental que não foi provocado pelo homem pantaneiro, mas que danificou de forma permanentemente essa região do Pantanal “.

Como idealizadora do Programa Povo das Águas, um projeto que visa dar mais cidadania e qualidade de vida para o povo pantaneiro , a deputada disse que vai lutar pela recuperação do rio, “  famílias que naturalmente já vivem com muitas limitações e privações em seu ambiente  e esse descaso é tudo o que não queremos.Por isso, comuniquei minha equipe técnica para que já nesta segunda (18) iniciem um levantamento de todos os estudos e gastos já realizados nas últimas décadas em projetos que foram criados para ‘resolver a situação do assoreamento da região do Taquari’, para então cobrar responsabilidades e atitudes das autoridades competentes” .

Bia este reunida com lideranças políticas em Ladário. Foto: Assessoria de Imprensa

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Veja cinco dicas para se preparar para o Enem 2020
EDUCAÇÃO
IEL está com inscrições abertas para o curso de planejamento estratégico
SAÚDE
Centro e Borrowiski recebem ação de combate à dengue nesta sexta e sábado
ECONOMIA
Nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje
POLICIAL
Jovem com mandado de prisão em aberto é preso no Loteamento Pantanal
POLICIAL
Homem é preso por violência doméstica no Bairro Cristo Redentor
RESGATE DE ANIMAL
Corpo de Bombeiros resgata ave silvestre presa com linha de cerol em árvore
GERAL
Com 1.101 vagas, inscrição para vestibular UEMS 2021 vai até 24 de janeiro
GERAL
MPT realiza reunião com a Ford e manifesta preocupação com o fim das atividades da montadora
GERAL
Energisa inicia Projeto de Eficiência Energética na Base Fluvial em Ladário
Projeto prevê economia anual de 262,86 MWh/ano e obras começam ainda neste primeiro semestre

Mais Lidas

CHUVA FORTE
Tempestade atinge 220 famílias em Corumbá
COVID-19
Criança de 8 morre por coronavírus em MS, somando 2.625 mortes pela doença
POLICIAL
Policiais prendem homens por lesão corporal dolosa e ameaça no Loteamento Pantanal
RECLAMAÇÃO DO CONSUMIDOR
Consumidor paga conta e tem água cortada