Menu
quarta, 22 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Promotor instaura investigação 17 anos depois do ocorrido contra governo Zeca do PT

08 março 2019 - 09h32Sylma Lima

O Promotor de Justiça da 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da Comarca de Campo Grande/MS, instaurou Inquérito Civil Público sob o número 06.2019.00000351-6 contra Agência Estadual de Gestão de Empreedimentos - AGESUL para apurar “ eventual ato de improbidade administrativa em seis convênios realizados pelo Estado de Mato Grosso do Sul com a entidade privada Sociedade de Apoio à luta pela Moradia em meados do ano de 2002, para construção de unidades habitacionais.

O edital de publicação foi publicado no Diário Oficial do Ministério Público desta sexta-feira ( 08) e encontra à disposição no endereço da Promotoria na Avenida Ricardo Brandão, nº 232 - Chácara Cachoeira, em Campo Grande-MS.

Em 2002 o governador era Zeca do PT ( José Orcilio Mirando dos Santos). Zeca disputou as eleições de 2018 para o cargo de senador, mas não foi eleito.

Outras investigações

Foram publicadas outras investigações de fatos que ocorrem há anos.

1-Inquérito Civil 50/2014 para o formato digital, que se encontra à disposição na Avenida Ricardo Brandão, nº 232 - Chácara Cachoeira. Inquérito Civil nº 06.2019.00000335-0 Requerente: Denúncia Anônima Requerido: A apurar Assunto: Apurar eventual ato de improbidade administrativa no Concurso de Fiscal de Rendas da Secretaria de Fazenda do ano de 2014, quanto ao suposto vazamento de questões de prova.

2)-Inquérito Civil, em conversão do Inquérito Civil nº 70/2013 para o formato digital, que se encontra à disposição na Avenida Ricardo Brandão, nº 232 - Chácara Cachoeira. Inquérito Civil nº 06.2019.00000354-9 Requerente: Ministério Público Estadual, Paulo Siufi Neto Requerido: Departamento

Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul - DETRAN/MS, Município de Campo Grande Assunto: Apurar eventual ato de improbidade administrativa no Convênio n. 19.649/2012, celebrado entre o Departamento Estadual de Trânsito - DETRAN/MS e o Município de Campo Grande, relativo à construção do Hospital do Trauma.

3)-Inquérito Civil nº 06.2018.00002548-3 Requerente: Ministério Público Estadual Requerido: G.V.Z.F e G.M.A; e outros a apurar Assunto: Apurar se as pessoas de G.V.Z.F e G.M.A seriam servidores fantasmas na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Brasil quer atrair mais investimentos privados, diz presidente na ONU
21 de setembro
Incêndios continuam e Corumbá não tem motivo para celebrar o dia da árvore
Mudança no prazo
Saúde mantém vacinação para adolescentes em MS
Dados Estatísticos
Índices de criminalidade apresentam queda em Mato Grosso do Sul
Limpeza
Nos dias 22 e 23 tem ação de combate à dengue no bairro Cravo Vermelho
Evento Virtual
Semana Temática do Empreendedorismo acontece nos dias 28, 29 e 30 de setembro
Crime
Concen pede ação da Polícia Civil no combate ao furto de fios de energia em MS
Maratona
Prorrogadas inscrições para o Hackathon IFMS
Naviraí
Casal preso por tráfico de aves silvestres recebe multa de R$ 2,5 milhões da PMA
243 anos
Corumbá celebra aniversário com retomada de desenvolvimento

Mais Lidas

Denúncia
Bar é fechado e proprietário é multado em R$ 5 mil por poluição sonora
Fronteira
Mulher presa com "cinturão de cocaína" receberia R$ 1.500 pela travessia
Oportunidade
Senac Corumbá abre inscrições para cursos na área da saúde
Tempo
Primavera terá La Niña de fraca intensidade, chuvas abaixo da média e muito calor