Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Projeto leva exame preventivo às servidoras da Prefeitura e Câmara de Corumbá

21 março 2018 - 11h25Prefeitura de Corumbá

Nesta quarta e quinta-feira (21 e 22 de março), a Secretaria Especial de Cidadania e Direitos Humanos, através da Coordenadoria de Políticas Públicas para a Mulher, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, promove mais uma ação do projeto “Exame da Vida”. A ação faz parte do mês de comemoração pelo Dia Internacional da Mulher e está acontecendo no prédio da Prefeitura Municipal de Corumbá. O objetivo é levar o exame preventivo às funcionárias que trabalham na Prefeitura e na Câmara de Vereadores sem que elas precisem se ausentar por muito tempo do trabalho.

No dia 20 de março, a coordenadora de Políticas Públicas para a Mulher, Wania Alecrim, divulgou a ação às mulheres de cada setor da Prefeitura e da Casa Legislativa Municipal. Ela conseguiu inscrever 40 servidoras que estão realizando o exame na sala de reunião do gabinete do secretário municipal de Saúde, Rogério Leite. O local foi transformado temporariamente em consultório onde as pacientes preenchem ficha, conversam com a profissional de enfermagem e realizam exame preventivo e toque da mama.

A pretensão da Coordenadoria é que durante toda a gestão sejam feitos ao menos 3 mil preventivos. A primeira ação do projeto em 2018 foi realizada em fevereiro, na sede da Associação Comercial e Empresaria de Corumbá (ACIC), para atender às trabalhadoras do Centro da cidade. “Esse exame previne o câncer de mama e o câncer do colo de útero e estamos mostrando a importância dele às servidoras. Até o final da gestão vamos percorrer cada canto da cidade promovendo esta ação com apoio da Secretaria Municipal de Saúde, que tem nos ajudado bastante”, afirmou Wania Alecrim.

Ela disse ainda que a ação otimiza o tempo das mulheres que trabalham e não têm condições de agendar horário para fazer o exame. “Queremos na verdade fazer com que elas interiorizem esse exame para que tenham consciência da importância dele. Não queremos ver as mulheres corumbaenses doentes. Aquelas que são maiores de 40 anos já saem daqui com solicitação para fazer mamografia. Mas, se a profissional perceber durante o exame que há alguma alteração na mama, ela já vai sugerir de imediato a mamografia”, disse Wania.

Consciência das chefias é fundamental

Da mesma forma que a ação teve sucesso no Centro da cidade com a conscientização por parte dos empresários, o projeto “Exame da Vida” só poderá alcançar seu objetivo com a sensibilidade das chefias da Prefeitura e da Câmara. No âmbito do legislativo, por exemplo, a secretária geral da Câmara, Janes da Silva Stral, ao receber a informação sobre a ação logo convocou todas as 26 funcionárias que trabalham diariamente no local para participarem. Delas, 18 se inscreveram para o exame.

“Esse é o segundo ano em que a Wania nos traz esse projeto, mas foram poucas as mulheres que participaram no ano passado, neste ano há um número maior. Esse tipo de ação nos fortalece e faz com que nos sintamos valorizadas por recebermos esse atendimento especial, pois não precisamos faltar ao trabalho, ficar horas aguardando para sermos atendidas com um exame que é rápido e que nos salva de vários problemas de saúde”, disse Janes Stral.

Assessora da Câmara, Andréa Teixeira Albaneze achou “uma maravilha” a ideia. “Eu estava há dois anos sem fazer o preventivo por falta de tempo. Foi uma luz que veio e este trabalho tem que continuar. O exame tem que ser feito todos os anos, é importante e essencial para a mulher. Lá na Câmara fomos incentivadas a vir”, afirmou a funcionária.

Servidora da Secretaria Municipal de Saúde, Maria Cristina Pereira da Costa está em dia com o exame, pois o realiza anualmente. No entanto, resolveu aderir ao projeto já que já estava próximo de fazer novamente o preventivo. “É mais cômodo ao invés de sair daqui e procurar um consultório. Eu cheguei, vi a fila e perguntei o que era e me informaram que era para o preventivo, então marquei para fazer amanhã”, contou Maria Cristina. Para ela, a ação incentiva as mulheres a fazerem o exame e facilita a vida profissional, já que a interessada não precisa faltar ao trabalho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Desenvolvimento
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida