Menu
sábado, 25 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Projeto de Lei defende mais mulheres concorrendo nas Eleições 2022

02 agosto 2021 - 09h12Sylma Lima

De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), nas últimas eleições municipais, apenas 12,1% das Prefeituras são geridas por mulheres. Já para as Câmaras Municipais, dos eleitos, 84% são homens e apenas 16% mulheres. 

Contudo, um novo cenário se desenha a partir de 2022 com a aprovação do Projeto de Lei 1951/2021, que prevê o aumento progressivo de mulheres na Câmara Federal, Assembleias Legislativas, Câmaras Municipais e Câmara Distrital no Brasil, até chegar no mínimo de 30% das vagas em 2040. 

Já nas próximas eleições, o texto do Projeto de Lei prevê 18% de ocupação das cadeiras por mulheres, subindo de forma escalonada durante os pleitos, para 20%, 22%, 26% até chegar a 30%.  Outra medida prevista é a garantia de, no mínimo, 30% dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha para as candidaturas proporcionais. 

Em apoio a PL, o Projeto Brasil Certo foi criado pelo PSL Mulher para formar mulheres conscientes e aptas para ocuparem cargos políticos e assim, aumentar o protagonismo feminino na gestão pública do País. O projeto prevê cursos, capacitações e workshops gratuitos via internet.

Para Soraya Thronicke, senadora por Mato Grosso do Sul, o projeto começa "com um impulso muito grande após a aprovação no Senado Federal do PL 1951, que garante em 2022 a porcentagem de cadeiras efetivas e não só percentual feminino nas eleições. Aprovado quase que por unanimidade, isso é um marco na política brasileira”, explica a presidente do PSL Mulher. 

Diante deste novo momento, muitas mulheres reforçaram seu compromisso com a política, ao participarem do Fórum Brasil Certo, realizado em 16 de julho, em Brasília.   

A empresária e economista em Teixeira de Freitas (BA), Climeria Paraguassú foi uma das participantes. Vereadora suplente, cresceu em ambiente político e compreende a importância da integração feminina na gestão. “A política é o meio mais curto de mudar a sociedade. Quanto melhores as pessoas se apresentarem, maiores as chances dessa mudança ocorrer positivamente. Como cidadão, o brasileiro evoluiu muito e passou se sentir parte do processo. A mulher ainda tem um caminho longo a percorrer e deve olhar para a outra, não como sua concorrente, mas como alguém que irá representa-la e por isso, percebo como excelente este projeto Brasil Certo, pois, oferece condições reais de preparo e competitividade para o público feminino”, avalia.   

Destacando a preparação das mulheres que integram o partido, a presidente do PSL Mulher no Acre, Janaína de Souza Dantas, explica que as mulheres que ingressam no ideal partidário, se dedicam e trazem ideais uma sociedade melhor. “As mulheres que ingressam no partido estudam o estatuto, sabem o que é liberalismo e vêm com visão futura de um partido que apoie causas que abra campo profissional para nós e nossas gerações. Todas buscam conhecimento e trocam informações. A senadora Soraya foi certeira neste projeto Brasil Certo, as mulheres estavam ansiosas por novidades. Todas têm vontade de mudar seu cantinho, sua cidade, mas muitas não tinham esse apoio que a senadora está nos dando”, pontua.  

“Esse é o momento de voltar a sonhar e acreditar que vamos nos reconstruir, e nada se reconstrói sem uma mulher. O Brasil Certo vai dar um start neste importante momento da política. Acredito que vamos conquistar mulheres, fazer com que confiem no seu potencial e dar todo o suporte para que elas sejam eleitas. Queremos candidaturas legítimas e ter mulheres preparadas com este projeto que trabalha com lideranças nos bairros, nas cidades, por meio de uma corrente do bem, com cursos e aulas, procurando soluções para as mulheres brasileiras”, finaliza a presidente do PSL Mulher, Soraya Thronicke.   

Para participar dos cursos e capacitações do Brasil Certo, basta acessar o site www.brasilcerto.com.br

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Bairro Vila Mamona
Funcionários de construção amarram autor de furto e acionam PM
Capital
Presos usam celulares até em banho de sol na Máxima
Flagrante
Dupla é presa por tráfico de drogas na área central de Corumbá
Estava Foragida
Boliviana investigada por desastre da Chapecoense é mantida em Corumbá até extradição