Menu
sexta, 22 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Programa estadual financia pesquisa com medicamentos anticâncer

25 novembro 2020 - 10h00Portal de Notícias do Governo de MS

startup Oncolytic desenvolve uma nova geração de medicamentos para o tratamento de combate ao câncer. Encubada na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e com parceiros em outras instituições de ensino, a empresa foi uma das selecionadas para receber investimentos do Programa Centelha MS, iniciativa da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (Fundect) em parceria com a Financiadora de Projetos do Ministério de Ciência, Tecnologia e Comunicação (Finep).

“A Oncolytic é uma empresa de base tecnológica voltada para o desenvolvimento de uma nova geração de medicamentos para o tratamento de câncer. As atuais formas de tratamento são bastante invasivas e tem baixa seletividade, ou seja, elas não conseguem distinguir quais são as células saudáveis e quais são as células cancerígenas do organismo”, afirma o pesquisador da Oncolytic, Caio Oliveira.

Os medicamentos desenvolvidos pela Oncolytic buscam justamente romper essa barreira. “Nossa proposta enquanto empresa incubada pelo Centelha MS é desenvolver uma nova geração de medicamentos. Esses medicamentos se encontram em fase de teste e são denominados peptídeos anticâncer e podem ser utilizados no tratamento para remoção de tumores” explica.

De acordo com o pesquisador, o medicamento será capaz de alertar o sistema imunológico do paciente sobre o ponto específico onde está localizado o tumor. “Em resposta ao nosso tratamento, o sistema imunológico do paciente passa a reconhecer aquele tumor como algo maligno, essa é uma grande diferença dos medicamentos que já se encontram no mercado. O próprio sistema imunológico começa a reconhecer e atacar o tumor”, indica.

Segundo Oliveira, a Oncolytic tem parceiros na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Universidade Federal de São Paulo e Universidade Federal do ABC. “Contamos com uma rede especialistas que desenham essas moléculas para que elas sejam capazes de atingir o objetivo da nossa proposta”, pontua.

A proposta é finalizar os testes do medicamento e patentear a proposta, para no futuro exportá-la a outros países. “Sabemos que as pesquisas relacionadas ao câncer possui proporções mundiais, ou seja, com o desenvolvimento desse medicamento aqui em Mato Grosso do Sul nós esperamos contribuir com a qualidade de vida de pacientes que estão em tratamento de câncer, não só aqui no Estado, mas podemos extrapolar nossas barreiras a nível de Brasil e a nível de mundo”, acredita.

Centelha MS

O Centelha é uma parceria entre o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul por meio da Fundect e Finep com o objetivo de selecionar ideias inovadoras de startups e empresas iniciantes do Estado. Em Mato Grosso do Sul, 30 empresas foram contempladas com investimentos de até R$ 60 mil reais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Trânsito
Vereador pede informações ao DNIT, sobre radares na rodovia BR 262
Tráfico de Drogas
Operação conjunta apreende mais de 5 toneladas de maconha em Ponta Porã
Dado Positivo
MS é um dos quatro estados sem registro de mortes por Covid-19 nos últimos dias
Preço Mais Justo
Agepan estuda viabilidade para reduzir taxa de abastecimento de água e esgoto em MS
Denúncia
Vereador quer saber se empresas estão cumprindo cotas para pessoas com deficiência
Serviço
Projeto de Lei propõe desconto por dia de interrupção de serviços de telefonia e internet
Retomada
TRE-MS retoma trabalho presencial no dia 3 de novembro
Imunização
Ribeiros do Taquari recebem vacina contra Covid nos dias 26 e 27
Prisão
Evadido é capturado em rondas no bairro Dom Bosco
Relatório Parcial
Operação de prevenção à incêndios completa sete meses com mais R$ 33 milhões em multas

Mais Lidas

Corumbá
Casal é levado para delegacia após bebedeira e briga
Colônia do Bracinho
Pantaneiro denuncia construção de barragem no Rio Taquari
Dois brasileiros foram presos
Denunciado por participação no roubo de aeronaves em Aquidauana é preso na Bolívia
Recurso
Vereador questiona uso do duodécimo do legislativo repassado para Santa Casa em 2020