Menu
segunda, 20 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Produtor rural do assentamento Taquaral recebe a certificação do SIM/POA

06 fevereiro 2021 - 09h55PMC

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, entregou na manhã desta sexta-feira, 05 de fevereiro, a certificação do SIM/POA (Serviço de Inspeção Municipal/Produtos de Origem Animal) ao produtor Sidnei Vieira Sousa, do assentamento Taquaral.

Sidnei é produtor há 33 anos e viu uma oportunidade de crescimento sendo oferecida pela Prefeitura quando ofereceram os cursos do Senar. “Quando resolvi me capacitar acreditei que essas melhorias poderiam nos ajudar, tinha muita coisa que eu achava que estava certa e, conforme fui me capacitando, vi que não estava. Fomos aplicando na propriedade o que estávamos aprendendo e vi a minha produção duplicar e com isso consegui aumentar a minha produção de queijo e fui me adequando as normas que serviço de inspeção ia me solicitando e assim consegui a minha certificação”, explicou Sidnei que está muito contente. “Hoje tenho meu sonho realizado, pois a minha produção de queijo e de doce de leite irá para o exército e para as escolas municipais, graças ao PAA Municipal e Federal e futuramente quem sabe, posso ver meu produto nos mercados da cidade”.

Ainda segundo Sidnei o apoio que a prefeitura vem dando aos produtores é de extrema importância, “hoje temos uma patrulha mecanizada que nos foi dada pela prefeitura e eu fiquei como responsável do maquinário aqui para nossa associação e hoje estamos aprendendo a trabalhar com o maquinário e cuidando como se fosse nosso”.

A técnica agrônoma do Senar, Natalia Gonzaga, é a responsável por esse grupo que tem 28 produtores de leite. “Estou a um ano e 4 meses trabalhando com esses produtores e quando começamos tive que ensinar para eles que um produtor não tem tanta força sozinho, mas quando se juntam podem conseguir progredir muito mais. E eles tiveram que aprender a trabalhar em grupo e hoje já começamos a ver esse trabalho dando fruto. O Sidnei mesmo, antes produzia 70 litros de leite com todo o trabalho que realizamos, hoje ele produz 150 litros”, disse Natalia, como isso sendo uma vitória do grupo, que já tem o primeiro selo e está com mais 3 em andamento.

O veterinário, Joeldson Walter de Oliveira, responsável pelo SIM/POA (Serviço de inspeção Municipal/Produtos de Origem Animal) explicou que o produtor para adquirir esse selo tem que cumprir várias exigências e normas. “O produtor precisa apresentar uma documentação pessoal, do local e do responsável técnico, cumprir algumas normas sanitárias que são feitas no local, fazemos algumas visitas periódicas na propriedade onde analisamos desde a qualidade da água utilizada ao processo de obtenção do leite e manipulação dos produtos. Quando tudo isso está dentro das normas o produtor é certificado e hoje temos aqui um caso de sucesso, onde o Sidnei conseguiu e passar por todas as etapas e não só isso ele realmente usa tudo que aprendeu, pois fizemos algumas visitas surpresas e vimos que ele faz a manipulação dentro das normas”.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Cássio Augusto da Costa Marques, lembrou que a aquisição desse SIM/POA não é fácil. “São muitas exigências a serem cumpridas e isso é uma vitória para o produtor e ficamos muito satisfeitos em ver que a parceria com o Senar está dando certo e isso só reforça o compromisso que o nosso prefeito Marcelo Iunes tem em continuar apoiando a produção familiar”.

Cássio ressaltou que o programa teve início há pouco mais de um ano, por iniciativa do então secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Luciano Leite, que articulou junto ao Sindicato Rural de Corumbá a viabilização da parceria técnica com o Senar para a efetivação do programa no município.

Para os produtores rurais interessados em participar dessa assistência do Senar tem que procurar a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, para que seja montado um novo grupo que tem capacidade para 30 produtores.

Cada grupo recebe uma Assistência Técnica e Gerencial (AteG) que pode ser destinada para o leite ou para hortifrúti, além de aprender sobre recuperação de pastagem, as orientações técnicas sobre bem-estar, manejo nutricional, sanitário e reprodutivo dos animais.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prorrogação
Detran-MS amplia prazos e CNHs vencidas podem ser renovadas até 2022
Campanha
Corumbá abre Semana Nacional do Trânsito; atividades vão até dia 24
Prevenção
Campanha antirrábica deve vacinar 30 mil cães e gatos
Há cinco dias
Falta de água no bairro Popular Velha revolta moradores
Denúncia
Bar é fechado e proprietário é multado em R$ 5 mil por poluição sonora
Oportunidade
Senac Corumbá abre inscrições para cursos na área da saúde
Pesquisa
Dia das Crianças deve movimentar R$ 135 milhões na economia de MS
Fronteira
Mulher presa com "cinturão de cocaína" receberia R$ 1.500 pela travessia
Calendário
Proprietário de veículos com placas final 9 devem quitar licenciamento até 30 de setembro
Leilão
Detran-MS abre visitação de 83 lotes disponíveis para desmontagem

Mais Lidas

Balanço
Em três dias, operação Fronteiras e Divisas apreendeu R$ 12 milhões em drogas
Preconceito não!
Jogo da Diversidade acontece hoje com cobertura ao vivo do Capital do Pantanal
Flagrante na fronteira
PMA desmonta acampamento mas caçadores escapam para o Paraguai
Alerta
Com umidade do ar registrando 10%, cidades de MS voltam a ficar em alerta