Menu
domingo, 13 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Produção industrial de MS avança no 1º mês do ano, aponta Radar da Fiems

23 fevereiro 2017 - 10h25Redação

A produção industrial de Mato Grosso do Sul (MS) avançou no primeiro mês deste ano com o índice de evolução da produção industrial marcando 44,2 pontos, um crescimento de 4,8 pontos em relação a dezembro do ano passado, de acordo com a Sondagem Industrial realizada pelo Radar Industrial da Fiems junto às empresas estaduais. O resultado indica que o número de empresas com crescimento na produção aumentou na passagem de um mês para o outro.

Segundo o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, o levantamento mostra que 20,1% dos estabelecimentos tiveram aumento na produção em janeiro, sendo que no mês de dezembro esse número era de 13,2%. “Os estabelecimentos com produção estável tiveram participação de 38,8%, contra 34,0% no mês anterior, enquanto as empresas que apresentaram queda responderam por 41,3% do total, em dezembro eram 52,8% nessa condição”, analisou.

A Sondagem Industrial também apontou que o nível de ociosidade da indústria segue sem alteração. “Em janeiro, a ociosidade média da capacidade instalada na indústria estadual ficou em 35%, o mesmo resultado foi observado no mês anterior. Para 51,3% dos respondentes a utilização da capacidade instalada esteve abaixo do usual para o mês de janeiro e, com o resultado, o índice permanece muito abaixo do patamar considerado adequado para o período”, pontuou Ezequiel Resende.

Com relação às expectativas dos empresários industriais para os próximos seis meses, a Sondagem revelou que eles acreditam que a demanda por seus produtos deve aumentar, mas, por outro lado, em relação ao número de empregados e exportações a expectativa é de queda. No caso específico da demanda, em fevereiro, 29,1% das empresas responderam que esperam aumento na procura por seus produtos contra 21,2% em dezembro.

Já a respeito do número empregados 9% das empresas disseram que esperam elevar a quantidade de trabalhadores contra 15,1% registrado em dezembro do ano passado. Com relação às exportações, 9,1% das empresas respondentes esperam elevação aumento nas exportações de seus produtos nos próximos seis meses, no último levantamento, eram 30,8% nessa condição.

ICEI

Em fevereiro, o Índice de Confiança do Empresário Industrial de Mato Grosso do Sul (ICEI/MS) alcançou 54,6 pontos, indicando crescimento de 6% sobre o mês de janeiro, quando o resultado foi de 51,5 pontos. “É importante ressaltar que a evolução é ainda maior quando o comparativo se dá com o mesmo mês de 2016, sendo que a evolução acumulada em um ano alcança 54%. Em fevereiro do ano passado o índice estava em 35,4 pontos”, detalhou o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems.

Ele destaca que todos os componentes do indicador de expectativas permanecem acima da linha divisória dos 50 pontos, ou seja, para os próximos seis meses o empresário industrial segue acreditando que ocorrerão melhoras na economia brasileira, sul-mato-grossense e, principalmente, no desempenho da própria empresa. “Em fevereiro, 44,2% dos respondentes consideraram que as condições atuais da economia brasileira pioraram, no caso da economia estadual, a piora foi apontada por 39,5% dos participantes e, com relação à própria empresa, as condições atuais estão piores para 39% dos empresários”, revelou.

Além disso, ainda de acordo com o ICEI/MS, para 46,8% dos empresários não houve alteração nas condições atuais da economia brasileira, sendo que em relação à economia sul-mato-grossense esse percentual foi de 53,9% e, a respeito da própria empresa, o número chegou a 45,5%. “Para 9,1% dos empresários as condições atuais da economia brasileira melhoraram. Já em relação à economia estadual esse percentual chegou a 6,6% e, no caso da própria empresa, o resultado foi de 15,6%”, enumerou Ezequiel Resende.

Ainda em fevereiro, 23% dos respondentes disseram que estão pessimistas em relação à economia brasileira, enquanto em relação à economia estadual o resultado alcançou 23,4% e, quanto ao desempenho da própria empresa, o pessimismo foi apontado por 15,8% dos empresários. Os que acreditam que a economia brasileira deve permanecer na mesma situação ficou em 37,2%, sendo que em relação à economia do Estado esse percentual alcançou 32,5% e, a respeito da própria empresa, o número chegou a 30,3%.

O coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems acrescenta que o ICEI/MS apontou ainda que 39,7% dos empresários se mostraram confiantes e acreditam que o desempenho da economia brasileira vai melhorar. “Já em relação à economia estadual, esse percentual chegou a 44,2% e, no caso da própria empresa, 53,9% dos respondentes confiam em uma melhora do desempenho apresentado”, finalizou.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
Ação Policial entre as Polícias Civis de SP e do MS resultam na apreensão de 107 quilos de droga
TEMPO
Tempo contribui para clima agradável com sol e friozinho no dia dos namorados
TEMPO
Tempo contribui para clima agradável com sol e friozinho no dia dos namorados
CORONAVÍRUS
Detran-MS suspende atendimento presencial em 43 cidades com bandeira cinza
POLICIAL
Homem é preso por violência doméstica no Ceac
POLICIAL
PM prende homem por invasão de domicílio no Popular Nova
GERAL
Presidente da Cassems faz alerta sobre o crescente número de casos de Covid-19 em MS
POLICIAL
Menina de 11 anos com DST diz ter sido estuprada pelo avô
GERAL
Com nova deliberação do Prosseguir, Governo restringe atendimento presencial em alguns setores
CORONAVÍRUS
Saúde atende pedido da Assomasul e prorroga início da reclassificação de risco do Prosseguir

Mais Lidas

POLICIAL
Ação Policial entre as Polícias Civis de SP e do MS resultam na apreensão de 107 quilos de droga
CORONAVÍRUS
Detran-MS suspende atendimento presencial em 43 cidades com bandeira cinza
TEMPO
Tempo contribui para clima agradável com sol e friozinho no dia dos namorados
TEMPO
Tempo contribui para clima agradável com sol e friozinho no dia dos namorados