Menu
quarta, 14 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
MOBILE - Ambiental MS Pantanal - Aegea
Geral

Procon multa a Oi em R$ 111 mil por falha na prestação de serviços

03 abril 2018 - 14h59Assessoria PMC

A Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Corumbá (Procon) multou a Oi S.A. em 60 mil unidades do Valor de Referência do Município (VRM), o que corresponde a R$ 111 mil. A penalidade, que ainda cabe recurso, foi aplicada em razão da recorrente falha na prestação do serviço de telefonia fixa e internet banda larga.

“Entre as principais reclamações estão a queda e a oscilações frequentes de sinal de internet banda larga, em virtude da completa paralisação dos serviços da telefonia. A situação se agrava em períodos de chuva, pois há casos de inexistência do serviço durante períodos do dia e às vezes, com menor frequência por mais de 24 horas”, detalhou o diretor-executivo do Procon, Alexandre do Carmo Taques Vasconcelos.

“Além do mais, as tarifas cobradas do consumidor, sem quaisquer melhorias na prestação do serviço, geram insatisfação e revolta, pois a empresa não tem investido na cidade na mesma proporção de seus lucros”, completou Alexandre.

Ainda de acordo com o responsável pelo Procon, não há aprimoramento dos equipamentos de modo a melhorar a prestação de serviços. “Ainda assim a empresa insiste em oferecer os mesmos serviços sem que tenha condições de atender aos usuários, o que só agrava a situação. A ampliação de portas de internet precisa ser debatida como forma imediata de solução deste problema”, completou.

Em janeiro deste ano, a Oi S.A. foi notificada sobre o processo administrativo e orientada a apresentar quais medidas estavam sendo adotadas para sanar os problemas e se havia um plano de melhorias ou investimentos dos serviços oferecidos na cidade para 2018.

A empresa limitou-se a responder que vem adotando as providências para continuidade e melhoria dos serviços prestados, que não é obrigada a atender toda e qualquer solicitação de instalação do serviço de internet banda larga e ainda atribui ao consumidor o motivo da degradação da velocidade de acesso para download ou upload, por manter hardwares obsoletos, placas de rede incompatíveis com a velocidade desejada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Mudanças nas bandeiras do Prosseguir podem alterar atividades nos municípios de MS
GERAL
Câmara aprova inclusão de medidas protetivas de mulheres em banco de dados policial
VACINAÇÃO
Vereador solicita que trabalhadores de limpeza pública também sejam imunizados contra a Covid
PATRIMÔNIO HISTÓRICO
Na Câmara, vereador pede informações sobre restauração de prédios históricos
DETRAN
Detran lança e-book e hotsite com todas mudanças do Código de Trânsito Brasileiro
POLICIAL
PF prende três pessoas por tráfico de drogas e apreende 245kg de maconha em MS
CAPTURA DE ANIMAL
Jibóia é encontrada dentro da sala de residência em Corumbá
EDUCAÇÃO
Terminam hoje inscrições para o Sisu do primeiro semestre
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa jovem ferido no Dom Bosco
GERAL
Obras de acesso à ponte que interliga os pantanais da Nhecolândia e Paiaguás estão adiantadas

Mais Lidas

POLICIAL
PM prende homens por tráfico de drogas e apreende 83 tabletes de cocaína
GERAL
Após briga, jovem é esfaqueado por padrasto no Centro América
MUDANÇA NO CTB
Nova Lei proíbe substituir prisão por pena mais branda em crimes de Trânsito
POLICIAL
Casal é preso após briga no Loteamento Pantanal