Menu
sábado, 25 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Primeira parcela do IPTU 2021 vence hoje (30)

30 julho 2021 - 10h32Ascom PMC

O contribuinte que optou pelo parcelamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU 2021) tem até hoje, 30 de julho, para quitar a primeira parcela e manter-se em dia com o Fisco Municipal. Neste ano, a Prefeitura de Corumbá oferece desconto de 10% no valor total do IPTU para quem aderir ao pagamento parcelado, uma forma de amenizar os efeitos provocados pela pandemia na economia local. 

Já quem optou pelo pagamento à vista (cota única) tem até o dia 10 de agosto para usufruir do desconto de 30%. “E diferente do que era feito em anos anteriores, esse ano o desconto contempla o IPTU e também a Taxa de Serviços, o que dá um valor final bem menor para o contribuinte”, explicou o prefeito Marcelo Iunes. “Desta forma, a economia é ainda maior para a população”, completou o chefe do Executivo municipal. 

Quem paga R$ 1 mil reais de IPTU, por exemplo, vai poder quitar seu débito anual por R$ 700,00 se optar pela cota única.  Mas se esse mesmo contribuinte que paga R$ 1 mil de imposto aderir ao parcelamento, ele pagará seis parcelas de R$ 150,00, o que totaliza o valor de R$ 900,00 (10% de desconto do valor total). 

Vale lembrar que, por Lei, a parcela não pode ser inferior a R$ 50 mensais. Sendo assim, pode haver casos em que a quantidade de parcelas seja menor para adequar ao valor mínimo. Outras possibilidades de pagamento do IPTU 2021 são: 20% de desconto, com vencimento único em 10 de setembro, e o pagamento com 10% de desconto, que vence em 10 de outubro deste ano. 

Carnês 

Os carnês do IPTU 2021 estão disponíveis através do site da Prefeitura Municipal de Corumbá (www.corumba.ms.gov.br) ou pelo link http://nfse.corumba.ms.gov.br:8080/servicosweb/home.jsf . Os pagamentos deverão ser efetuados, exclusivamente, nas agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal ou Casas Lotéricas. 

Caso o contribuinte prefira poderá solicitar sua guia/carnê de IPTU 2021 pelo e-mail: [email protected] ou solicitar pelo whatsapp através do telefone 3231-8573. E, em último caso o contribuinte poderá dirigir-se à sede do CAC – Centro de Atendimento ao Cidadão, localizado na rua Frei Mariano nº. 66 – Centro, telefone para contato e/ou agendamento: (67) 3907-5428. 

Em razão da existência da pandemia do COVID-19, o horário de atendimento aos munícipes fica condicionado as determinações constante nos decretos municipais. Os contribuintes que não concordarem com os valores lançados do Imposto Predial e Territorial Urbano, bem assim, com o referente à cobrança da Taxa de Serviço de Coleta de Remoção de Resíduos Sólidos do exercício de 2021, poderão impugná-los, em conjunto ou separadamente. 

As impugnações poderão ser protocolizadas, gratuitamente, até o dia do vencimento do IPTU 2021, através do e-mail: [email protected]. E, em último caso na sede do CAC, localizado na rua Frei Mariano nº. 66 – até a data de vencimento dos tributos. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Bairro Vila Mamona
Funcionários de construção amarram autor de furto e acionam PM
Capital
Presos usam celulares até em banho de sol na Máxima
Flagrante
Dupla é presa por tráfico de drogas na área central de Corumbá
Estava Foragida
Boliviana investigada por desastre da Chapecoense é mantida em Corumbá até extradição