Menu
quinta, 04 de março de 2021
Governo do Estado - Campanha de Março
Geral

Debate reúne apenas quatro dos cinco candidatos a prefeito por Ladário

26 setembro 2016 - 09h45Gesiane Medeiros
 
Próxima noite de debates será na quinta-feira (29), com candidatos de Corumbá,  Campo Grande e Ponta Porã. Foto: CDP

Ontem (25), a TV Morena transmitiu a primeira noite de debates das eleições municipais 2016, simultaneamente pra três municípios, Ladário, Coxim e Dourados. Dos cinco candidatos a Ladário, quatro compareceram, Hedyl Benzi (PDT), Roberto Guimarães (PT), De Castro (PTB) e Neninho (PMDB). O púlpito reservado para Ruso (PSDB) ficou vazio, o candidato não compareceu, enviou uma carta a emissora informando que não concordava com o tempo dado aos candidatos no debate.

Em entrevista exclusiva ao Capital do Pantanal, o candidato Ruso, explicou que tentou comparecer no debate até o último momento, mas um convite em nome do governador do estado, Reynaldo Azambuja, para uma reunião na Capital  impossibilitou sua presença. Ruso disse ainda que lamenta ter não participado pois, apesar do pouco tempo , poderia falar sobre alguns dos seus projetos de governo para o município.

Cada candidato respondeu a perguntas elaboradas pela equipe da TV Morena com temas pré-definidos e também temas livres com perguntas feitas pelos próprios candidatos. Todos tiveram direito de perguntar, responder, fazer réplica e tréplica. A definição de posicionamento dos candidatos no estúdio foi definida por sorteio junto com os representantes de cada sigla.

Em resumo, o debate foi fraco por parte da retórica dos candidatos, Hedyl Benzi (PDT) foi um dos poucos que conseguiu manter o nível das propostas e mostrou conhecimento do pproblemas do municipio, talvés pela formação em  direito. Neninho tentou a todo momento tirar o foco de seu envolvimento na “farra das diárias”, onde é réu por envolvimento no esquema de desvio de dinheiro. De Castro teve que responder as diversas tentativas de seus concorrentes em desmantelar seu posicionamento perante as câmeras, perguntando sobre sua candidatura que ainda segue sub judice pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Roberto Guimarães seguiu sua participação tentando desestabilizar seus concorrentes com perguntas incisivas.

1° BLOCO

O primeiro tema foi a ampliação de asfalto. Roberto Guimarães abriu a sessão de perguntas para Neninho, que agradeceu a oportunidade do debate e respondeu que vai criar um banco de asfaltamento para acidade, segundo o candidato, atual chefe do legislativo do município, possui parcerias para conquistar a ampliação da rede de asfalto e lajota nas vias. Roberto Guimarães relembrou em sete anos, ele não mudou muita coisa e acha difícil que mude nos próximos quatro com suas propostas.

Sobre saúde e exames, De Castro afirmou que a solução para Ladário está no investimento, segundo o candidato, o município só destina o mínimo de 15% exigido pela legislação, De Castro defende que Ladário deixe de depender da Saúde de Ladário.

Sobre habitação, momento em que Ruso deveria fazer a pergunta, passou a vez para De Castro, que falou sobre suas propostas e Benzi rapidamente apontou que o concorrente deveria ter cumprido suas ótimas propostas enquanto foi secretário de obras.

Sobre Economia e desemprego, Neninho questionou como Roberto Guimarães pretende abrir novos postos de trabalho, em resposta Roberto lembrou da grande quantidade de vagas diretas e indiretas abriu enquanto esteve à frente da secretaria de obras ao lado do prefeito José Antônio. Neninho acredita que a abertura de postos de trabalho só será possível com a ampliação do comércio e desburocratização.

Roberto Guimarães (PT) no centro, questionou concorrentes com persuasão. Foto: CDP

2° BLOCO

Neninho questionou sobre a aplicação de recursos para causas sociais recebidos pelo munícipio, como o Fundo de Investimento Social (Femis), Roberto Guimarães apontou que os recursos devem seguir as regras de aplicabilidade. Neninho apontou o Fundo de Investimento Social deve ser melhor aproveitado para famílias que realmente precisam.

Roberto Guimarães questionou o projeto de revitalização do porto de Ladário a de Castro, que apontou a obra como audaciosa, mas possível, o candidato afirma que Ladário não pode parar seu desenvolvimento porque Corumbá é próxima e compartilha seus benefícios com a cidade.

Neninho levantou a impugnação da candidatura de da Castro que aguarda julgamento do recurso pelo Tribunal Superior Eleitora. Os ânimos esquentaram entre os candidatos, quando de Castro lembrou que Neninho é réu por conta do caso de desvio de recursos destinados para passagens.

Hedyl Benzi também levantou o fato de De Castro já está utilizando sua última chance de recurso diante do TSE. Benzi relembrou a De Castro que a qualquer momento ele pode perder a candidatura. De Castro afirmou que Benzi quer enganar a população e não tem projetos para o município.

3° BLOCO

Os projetos para os assentamentos foram o primeiro tema do terceiro bloco, de Castro disse o investimento nos assentamentos devem ser uma de suas prioridades, lembrou que hoje a Marinha já compra parte de seus produtos com o Assentamento 72 assim como as escolas municipais.

Sobre os atendimentos médicos, Neninho apontou seus projetos com implantação de farmácias populares na parte baixa da cidade como o bairro Ceac, o candidato quer por postos de atendimentos com 24 horas. Benzi apontou que a prefeitura usa os recursos da saúde com uma má administração.

Benzi apontou que falta incentivo fiscal para que os pequenos empresários de Ladário consigam crescer e ampliar o comércio local da cidade, que há tempos parece está paralisado.

Carta de esclarecimento do candidato Ruso (PSDB) na íntegra. Foto: Reprodução 

?4° BLOCO

Blocos com temas livres, Neninho questionou De Castro sobre o fomento ao comercio local com os microempreendedores individuais. De Castro apontou que em sua gestão na secretaria de desenvolvimento econômico do município, o Ladarense foi valorizado, mas Neninho disse que durante sua gestão na câmara de vereadores, recebeu muitas reclamações, apontou que empresas declaram falência sem assistência do município.

O bloco seguiu com assuntos relacionados a recebimentos e investimentos dos recursos do município, transporte público e segurança.

 

  

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Riedel aponta relevância do "Ilumina Pantanal"
BOLETIM COVID
Com mais 24 óbitos, MS contabiliza 3.374 mortes por Coronavírus
ABANDONO
Ladário sofre com descaso e abandono das autoridades municipais
CORONAVÍRUS
Saúde confirma primeiro caso da nova variante do coronavírus em MS
LUTO
Jornalista Jucyllene Castilho morre aos 35 anos em Campo Grande
SAÚDE
Idosos de 77 anos já podem se vacinar contra a Covid-19
SAÚDE
Anvisa diz que vacinas usadas no Brasil são seguras
POLÍTICA
André e Rose lideram 1ª pesquisa para o Governo em eleição 2022
COVID-19
Vereador propõe penalidades para quem não cumprir a ordem de vacinação dos grupos prioritários
CONCURSO PÚBLICO
Técnicos de Enfermagem são convocados em processos seletivos da Funsau

Mais Lidas

GERAL
PMA realiza trabalhos de orientação sobre minhocas em casas de iscas no MS
ABANDONO
Ladário sofre com descaso e abandono das autoridades municipais
INFRAÇÃO ADMINISTRATIVA
PMA autua morador de Corumbá por transporte ilegal de pescado
GERAL
Reinaldo Azambuja autoriza concurso público com 250 vagas para Polícia Civil