Menu
sexta, 22 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Presídio feminino de Corumbá está na lista dos 30 melhor avaliados do país

14 outubro 2021 - 14h07Redação

Representando Mato Grosso do Sul, o Estabelecimento Penal Feminino “Carlos Alberto Jonas Giordano” (EPFCAJG), em Corumbá, foi selecionado entre as 30 unidades penais do Brasil mais bem avaliadas. O levantamento faz parte da primeira divulgação do Selo de Qualidade em serviços penais, realizado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), que analisou os cerca de 1,5 mil estabelecimentos prisionais espalhados pelo país. 

Conforme o documento, os critérios consideram a Nota Técnica Nº 1/2021, a qual estabelece eixos básicos e serviu de base para realizar o ranking das unidades prisionais deste ano, de acordo com os dados inseridos no Infopen 2020. 

Esta representa a primeira premiação das dez melhores unidades do Brasil pelo órgão federal e a equipe técnica do Depen realizará uma visita, in loco, nas unidades penais selecionadas para conhecer as boas práticas adotadas, além de verificar a conformidade dos dados fornecidos ao SISDEPEN. 

Com um ambiente lúdico, na unidade penal feminina de Corumbá foi criado um espaço materno-infantil específico às gestantes e lactantes que cumprem pena no local. Além de priorizar a garantia de direitos estabelecidos na legislação vigente, a ação oferece um tratamento mais humanizado às apenadas, que necessitam de um espaço adequado para oferecer os cuidados necessários aos seis primeiros meses de vida de seus filhos. 

Conforme o diretor de Políticas Penitenciárias, Sandro Abel Sousa Barradas, o objetivo é incentivar todas as unidades prisionais a melhorarem seus indicadores e como consequência contribuir para melhora sistemática do panorama prisional brasileiro. 

Além disso, permite aos estados federativos uma melhor observação de suas respectivas unidades prisionais, tanto as mais profissionalizadas para servirem de referência, como para perceber as que estão com baixo desempenho a fim de que se procedam melhorias. 

Dentre os eixos estão Gestão, Assistências Penitenciárias e Segurança e encontram-se fundamentados em normativos legais como a Constituição Federal, a Lei de Execução Penal, Resoluções do Conselho Nacional de Políticas Criminais e Penitenciárias (CNPCP), além de tratados internacionais. Além disso, os quesitos dos eixos são baseados nas políticas públicas fomentadas pelo Departamento Penitenciário Nacional. 

Ao final, serão premiadas as três melhores unidades, na sede do Depen, em cerimônia própria prevista para o mês de julho de 2022. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Região Central
PM prender autor de furto e recupera objetos
Outubro Rosa
Bia Cavassa faz doação em apoio a campanha Lenço Solidário
Colônia do Bracinho
Pantaneiro denuncia construção de barragem no Rio Taquari
11.817 mil testes analisados
Estudo da Janssen na região de fronteira mostra eficácia de 50% da vacina e redução de 90% em óbitos
Oportunidade
Inscrições abertas para concurso público de procurador do Estado, com salário de R$ 25 mil
Agenda Política
Presidente Regional do Democracia Cristã visita cidades do interior de MS
Retomada da Economia
Setor de bares e restaurantes aumenta as contratações e retoma movimento
246 quilos de cocaína
Dracco assume investigação da queda do helicóptero do tráfico em Ponta Porã
Dois brasileiros foram presos
Denunciado por participação no roubo de aeronaves em Aquidauana é preso na Bolívia
Imunização
Veja quem pode se vacinar contra Covid em Corumbá nesta quinta e sexta

Mais Lidas

Qualificação
Ministério da Educação anuncia formação para professores da educação infantil
Previsão Meteorológica
Tempo fica firme, mas nova frente fria promete mais chuva para o final de semana
Acidente de Trânsito
Mulher sofre fratura na perna em queda acidental de moto
Destaque
Vereador pede fim do toque de recolher e do uso de máscara em ambientes abertos