Menu
quinta, 26 de maio de 2022
Festival da Carne
Andorinha Institucional
Geral

Presidente sanciona orçamento de R$ 4,73 trilhões para 2022

24 janeiro 2022 - 09h07Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, o Orçamento de 2022 aprovado em dezembro pelo Congresso Nacional. O valor total da despesa – previsto na Lei 14.303, publicada no Diário Oficial da União de hoje (24) – é de R$ 4,73 trilhões. Deste total, R$ 1,88 trilhão tem como destino o refinanciamento da dívida pública federal. 

O resultado primário previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2022 é de um déficit de R$ 79,3 bilhões, valor que encontra-se, segundo a Secretaria-Geral da Presidência da República, “inferior à meta prevista na LDO-2022, correspondente aos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social da União, no valor de R$ 170,5 bilhões”. 

“Essa projeção do resultado primário presente na LOA-2022 menor que aquela meta prevista na LDO-2022 decorre particularmente da elevação da estimativa de receitas primárias realizadas pelo Congresso Nacional”, informa a Secretaria. 

A Secretaria ressalta que a LOA-2022 respeita o limite definido para despesas primárias previstas no teto de gastos. Ela contempla também “dotações suficientes para o atendimento das aplicações mínimas em ações e serviços públicos de saúde (R$ 139,9 bilhões) e na manutenção e desenvolvimento do ensino (R$ 62,8 bilhões)”; bem como a aprovação das Emendas Constitucionais que alteraram as regras dos precatórios, de forma a viabilizar os R$ 89,1 bilhões previstos para o programa Auxílio Brasil, que substituiu o Bolsa Família. 

A LOA já considera também o novo critério de atualização dos limites individualizados do teto de gastos da União, que é de R$ 1,7 trilhão, tendo por base a projeção do IPCA de 10,18% ao ano. 

“Cabe ainda mencionar que foi necessário vetar programações orçamentárias com intuito de ajustar despesas obrigatórias relacionadas às despesas de pessoal e encargos sociais. Nesse caso, será necessário, posteriormente, encaminhar projeto de lei de crédito adicional com o aproveitamento do espaço fiscal resultante dos vetos das programações”, detalha a Secretaria. 

Os vetos presidenciais à proposta apresentada pelo Congresso Nacional foram detalhados no despacho presidencial, também publicado hoje. 

 

Maio Laranja_MPE-MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Informe Publicitário
Com cortes nobres e muito sabor, Festival da Carne de MS integra programação do Fasp
Lista Publicada
IFMS convoca candidatos para heteroidentificação
Novos Brigadistas
Prevenção a incêndios no Pantanal gera economia de gastos e preservação
Fiscalização
Casal é preso com 70,1 Kg de cocaína e 3,5 Kg de skunk na BR 262
Ação Conjunta
Corpo do homem que caiu no Rio é encontrado 10 m de distância do local do acidente
Economia
Adesão ao REFIS pode ser feita até 11 de julho; pagamento em cota única tem 100% de desconto
No Centro
Vereador pede recuperação de pavimento da Cabral para melhorar tráfego de veículos
Fiscalização
MPF aponta irregularidades nas pesquisas do Instituto Ranking em MS
Kadwéus
Dupla é presa com simulacro e celular roubado
Segurança Pública
Polícia Civil anuncia Unidade da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário para Corumbá

Mais Lidas

Desacato
Em nota, PM promete medidas rigorosas após autor jogar lanche em policiais
Economia
Receita abre consulta ao 1º lote de restituição do Imposto de Renda
Destaque
MS é TOP 10 do mundo e pousada pantaneira fica em 1º lugar como hotspot brasileiro no Global Bi
Dia Nacional da Adoção
Juiz Miglioranzi diz que receios, preconceitos e as limitações, dificultam a adoção