Menu
quinta, 25 de julho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Presidente do STJ concede prisão domiciliar ao prefeito do Rio

23 dezembro 2020 - 08h29Agência Brasil

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, concedeu hoje (22) prisão domiciliar ao prefeito afastado do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. Pela decisão, Crivella será monitorado por tornozeleira eletrônica e está proibido de manter contato com terceiros e de falar ao telefone. Ele também deverá entregar aparelhos telefônicos, computadores e tablets às autoridades.https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1397145&o=nodehttps://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1397145&o=node

Na manhã de hoje, Crivella foi preso por determinação da desembargadora Rosa Helena Penna Macedo Guita, da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A prisão do prefeito e de outros investigados foi realizada em ação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e da Polícia Civil, como desdobramento da Operação Hades, que apura corrupção na prefeitura da cidade e tem como base a delação do doleiro Sergio Mizrahy.

Na decisão, o presidente do STJ entendeu que Crivella pode cumprir medidas cautelares diversas da prisão. “Não obstante o juízo tenha apontado elementos que, em tese, justifiquem a prisão preventiva, entendo que não ficou caracterizada a impossibilidade de adoção de medida cautelar substitutiva menos gravosa”, afirmou o presidente da corte.

No habeas corpus, a defesa de Crivella afirmou que a prisão é ilegal e uma demonstração de criminalização da política. “A prisão foi decretada com base em presunções genéricas e abstratas, desamparadas de qualquer base legal, sendo certo que o prefeito terá sua inocência demonstrada no curso do processo.”, declararam os advogados.

Ao chegar à Cidade da Polícia após ser preso, o prefeito atribuiu a sua prisão a uma perseguição política. “Perseguição política. Lutei contra o pedágio ilegal e injusto, tirei recursos do carnaval, negociei com o VLT. Foi o governo que mais atuou contra a corrupção no Rio de Janeiro”, afirmou.

Edição: Juliana Andrade

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Permeando a Capoira
Corumbá vai receber projeto de valorização da capoeira em MS
Olimpíadas 2024
Grandes nomes do esporte buscam o Olimpo nos Jogos de Paris
Economia Nacional
Prévia da inflação em julho fica abaixo da taxa de junho, aponta IBGE
Aposta
Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio acumulado em R$ 65 milhões
Difícil acesso
Incêndio na Nhecolândia teve inicio em caminhão atolado
Boletim Diário
Altas temperaturas e rajadas de até 43 km/h aumentam os focos de incêndio em MS
Tempo
Previsão é de calor para esta quinta-feira em todo o Mato Grosso do Sul
Corumbá segue com máxima de 35°C
Ação Conjunta
Carro furtado em Ladário é recuperado horas depois na Bolívia
Casa Verde
Furto de fiação elétrica deixa Central de Regulação em Saúde de Corumbá sem energia
Incentivo
Corumbá tem 40 vagas em capacitação com bolsa de R$ 600 para mulheres em vulnerabilidade social

Mais Lidas

Data confirmada
Convenção do PSB em Corumbá será dia 31 de julho
Na Apa Baía Negra
Brigada voluntária interrompe churrasco em fogo de chão e alerta para risco de incêndio
Maconha e cocaína
Duas pessoas são presas em flagrante por tráfico de drogas em Corumbá
Casa Verde
Furto de fiação elétrica deixa Central de Regulação em Saúde de Corumbá sem energia