Menu
sexta, 18 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Presidente da Cassems faz alerta sobre o crescente número de casos de Covid-19 em MS

11 junho 2021 - 12h33ASCOM CASSEMS

Nesta quinta-feira (10), o novo mapa do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prosseguir), divulgado no Diário Oficial do Estado, colocou 43 municípios de Mato Grosso do Sul com alerta de risco extremo para Covid-19. Com isso, a capital entrou na “bandeira cinza”, com recomendação de fechamento dos serviços não essenciais. O aumento expressivo da ocupação de leitos exclusivos para tratamento de pessoas com coronavírus preocupa. O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, faz um alerta à população sul-mato-grossense sobre a importância das medidas protetivas para o enfrentamento da pandemia.

Ayache lamenta que, após um ano e três meses de enfrentamento à Covid-19, a população siga em um quadro crítico da pandemia. “Os hospitais estão superlotados, com mais de 250 famílias no Mato Grosso do Sul aguardando por um leito de internação e esse momento se deve, infelizmente, à negligência por parte das pessoas em relação às medidas de prevenção”.

O presidente da Cassems afirma, ainda, que é necessário combater as "fake news” relacionadas à doença. “Não acreditem em quem fala que as máscaras não são necessárias e não são eficientes. Não acreditem em quem diz que a vacinação não é o melhor caminho, pois essas são as únicas alternativas para fugir dessa pandemia”.

Em uma lista de 20 países que ocupam 86% de todas as mortes no mundo por Covid-19, o Brasil ocupa a sétima posição, com taxa de letalidade de 7%. Conforme explica Ayache, esse dado traz muita preocupação. “Nós precisamos virar essa triste página da saúde pública brasileira e da saúde pública mundial. Mas isso depende de cada um de nós, da adoção das medidas de prevenção”.

De acordo com o presidente, é preciso ter atenção, ainda, para a lotação dos hospitais de Mato Grosso do Sul. “Não queremos que ninguém precise de um leito de internação e bata nas portas de um hospital que não tenha vagas. Essa é uma triste e dura realidade que muitos brasileiros estão enfrentando nesse momento”.

Ayache finaliza fazendo um chamado para a população sul-mato-grossense. “Previna-se, cuide-se, cuide dos seus familiares. Vamos cuidar de todos os brasileiros por meio da prevenção e da vacina. Nos ajudem a combater essa grave doença que acomete o Brasil e o mundo”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
PRF apreende 450 mil maços de cigarro contrabandeados na Capital
GERAL
MPF aponta risco de desaparecimento de espécies no Rio Paraná
Rio Paraná Energia, empresa da holding China Three Gorges Corporation (CTG), é acusada de descumprir regras ambientais e levar à beira do desaparecimento peixes como Pintado e Dourado
SAÚDE
SES prepara distribuição das 70.160 doses de vacina contra a covid-19 em MS
GERAL
Fórum apresenta avanços do Plano Estratégico em MS
POLICIAL
PMA e Bombeiros resgatam ave em extinção ferida
GERAL
Contribuintes têm até o dia 3 de agosto aderir ao REFIS 2021
EDUCAÇÃO
Terminam hoje as inscrições do Encceja 2020 para privados de liberdade
GERAL
Homem fica ferido após queda de cavalo no Pantanal
EDUCAÇÃO
MEC cria grupo de trabalho para atualização do Enem e do Encceja
GERAL
Bombeiros combatem incêndio em concessionária no Centro

Mais Lidas

POLICIAL
PM de Corumbá prende autores de roubo logo após o crime no Popular Nova
GERAL
Empresa irregular junto a ANTT monta guichê na rodoviária de Corumbá
POLICIAL
PM de Corumbá durante rondas recupera veículo furtado na área central
POLICIAL
Homem é preso por perturbação da tranquilidade no Cristo