Menu
quinta, 05 de agosto de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Maio
Geral

Presa dupla envolvida em assalto de caminhão e cárcere privado em Várzea Grande (MT)

24 maio 2019 - 09h11Flávia Ibanez

Na tarde desta quinta-feira (23/05/2019), Auditores da Receita Federal do Brasil lotados no Posto ESDRAS, em averiguação de rotina constataram que um caminhão que seguia sentido Brasil/Bolívia não possuía autorização de transporte internacional. A equipe da Receita Federal acionou a  investigação da Delegacia de Ladário/MS (haja vista parceria na repressão desta espécie de delitos e o conhecimento de várias Instituições de que a Delegacia de Ladário há muito tempo investiga crimes correlacionados a roubos e receptação de veículos) ,para que pudesse verificar a procedência do veículo, assim como o motivo da tentativa de entrada deste no país vizinho.

Em diligências até o referido local, a policia entrou em contato com o motorista SAMUEL PANTALEÃO NUNES (32), o qual ao ser indagado não conseguiu dizer com precisão o que iria fazer no país vizinho, entrando em contradição por diversas vezes. SAMULEL informou ainda que quem lhe entregou o documento para cruzar a fronteira fora uma mulher que pediu para ele mandar a localização dele via aplicativo whatsapp e, quando assim procedeu, fora até ele, entregando o documento com os dados preenchidos (MIC/LASTRE).

A mulher também foi presa em Corumbá

Em consulta ao recinto alfandegário AGESA foi constatado que tal documento era falso. Em consultas ao número do telefone da pessoa que entregou o documento mencionado, chegou-se a qualificação de JESIANE FERREIRA DE AMORIM. (33). Em continuidade, diante das contradições a equipe da Polícia Civil de Ladário passou a averiguar o interior do veículo, onde foram encontradas roupas que não pertenciam do condutor (SAMUEL PANTALEÃO NUNES) – haja vista a desproporção de tamanho, recibos de posto e cuia de chimarrão (sendo o proprietário do caminhão da região SUL, o que um condutor de Cuiabá/MT fazia com tais petrechos?).

 Ciente que os autores deste tipo de delito estão utilizando-se de aplicativos de frete para fazerem caminhoneiros reféns até o caminhão cruzar a fronteira com o país vizinho; a equipe policial passou a ter mais cautela, imediatamente buscando contato com o real proprietário do veículo, onde as suspeitas foram se confirmando, pois a vítima DANIEL CASSOL chegou a atender o telefone, no entanto , também “caia em contradição” (haja vista estar sob a mira de arma de fogo dos demais membros da associação criminosa em outro estado, tendo os investigadores escutado pessoas ordenarem a DANIEL a forma de responder no telefone).

A equipe da Polícia Civil  conseguira contatar a Polícia Civil do Mato Grosso, bem como os familiares da vítima DANIEL CASSOL, onde veio a confirmar, que quem era para estar no caminhão era o dono (vítima). Como o “cerco fora se fechando”, os autores que mantinham a vítima em cativeiro, acabaram liberando-a do cárcere (conforme B.O. 2019.155153 da Polícia Civil de Varzéa Grande-MT). Diante da situação fora dada voz de prisão ao condutor do veículo - SAMUEL PANTALEÃO NUNES, o qual fora conduzido juntamente com o veículo para Delegacia para procedimentos.

Consta, ainda que em diligências continuas e ininterruptas a equipe de investigação da Polícia Civil de Ladário/MS levantou o endereço da envolvida FERREIRA DE AMORIM. (33), e de pronto se deslocou ao endereço sito na Rua Edu Rocha nº 20, Bairro Guanã, Corumbá/MS. Ao chegar, a autora franqueou a entrada aos policiais e após alguns questionamentos, assumiu a participação no delito, relatando que foi responsável pela entrega do MIC falso ao motorista e pelo auxílio na condução do motorista até o posto ESDRAS e quem mantinha contato com os demais membros da associação criminosa do estado do Mato Grosso do Sul e da Bolívia. Diante de tais fatos, JESSIANE recebeu voz de prisão da Autoridade Policial e fora conduzida, sem lesões corporais, para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com seus aparelhos celular utilizados para manter contato com a associação criminosa.

O Delegado de Polícia Titular de Ladário, Dr. Rodrigo Blonkowski salientou “que o trabalho comprometido e em parceria com a Receita Federal e a Polícia Civil do Mato Grosso conseguira evitar o pior, recuperando o bem roubado e prendendo dois envolvidos na região de Corumbá/MS. As investigações continuam, existindo pelo menos mais dois Inquéritos Policiais apurando a ação de associações criminosas na região”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

9 de agosto
Evento virtual do IFMS abordará o Dia dos Povos Indígenas
3ª edição
Neste sábado tem Feira Segura com produtores de assentamentos
Incentivo
Pista de skate do Poli pode ganhar reforma após destaque do esporte nas Olímpiadas
Legislativo
Recuperação asfáltica e fornecimento de água no São Gabriel são pautas na Câmara Municipal
Volta às Aulas
Legislativo investiga qualidade da merenda nas escolas do município
Vacinação
Butantan recebe matéria-prima para 8 milhões de doses de vacina
Força Tarefa
Detran-MS abre mais de 200 vagas para exames teóricos em Corumbá
Dia Nacional da Saúde
Estado apresenta balanço positivo nos investimentos em hospitais e combate à pandemia
Na madrugada
Rapaz não resiste a facadas e morre no Pronto Socorro
Na Capital
Foragido é recapturado com drogas, arma e munições

Mais Lidas

Como fica?
Universidades de MS devem manter aulas presenciais suspensas até o fim do ano
De volta!
Câmara de Corumbá adota medidas mais flexíveis e retoma atendimento presencial
Arte Popular
Jardim do Artesanato expõe e comercializa trabalhos de artesões da cidade
Fiscalização
Vereador solicita inclusão de Corumbá na CPI da Energisa na Assembleia