Menu
quarta, 27 de janeiro de 2021
Senar MS
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

Prefeito, secretário e vereadores chegam ao Presídio de Trânsito

26 novembro 2018 - 18h53Campo Grande News

Os presos na operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) deflagrada em Ladário chegaram nesta tarde (26) no PTran (Presídio de Trânsito de Campo Grande). Entre os detidos estão o prefeito Carlos Anibal Russo Pedrozo (PSDB), o secretário municipal de Educação, Helder Naulle Paes e mais sete vereadores.

Os presos chegaram ao PTran em viaturas descaracterizadas e com um forte aparato de segurança. Alguns deles desceram dos veículos cobrindo o rosto.

O advogado Fabiano Pereira está no local e afirma que representa dois dos envolvidos na operação, porém não citou os nomes dos clientes. Ele comentou apenas que vai se situar do assunto para conversar com a imprensa.

Os vereadores presos são Augusto de Campos, Lília Maria de Vilavalva de Moraes Silva, Paulo Rogério Feliciano Barbosa, Osvalmir Nunes da Silva, André Franco Caffaro, Agnaldo dos Santos Silva Junior e Vagner Gonçalves.

O presidente da Câmara de Vereadores, Fábio Peixoto (PTB), denunciou o esquema de pagamento de propina para “calar a boca” dos parlamentares. Os vereadores recebiam mensalmente valores para aprovar projetos e fazer vista grossa para as ações da administração municipal.

Segundo o Ministério Público Estadual, os nove alvos são investigados por associação criminosa, corrupção ativa e corrupção. De acordo com o procuradoria-geral da Justiça, Paulo Passos, eram pagos de R$ 1,5 mil a R$ 3,5 mil. “Os pagamentos eram feitos em dinheiro vivo. Foram apreendidos vários desses pagamentos, porque já existiam medidas cautelares do Ministério Público em andamento. Há comprovação, apreensão desse dinheiro”, declarou.

Documentos foram apreendidos na prefeitura e também na Câmara. Todo o material foi trazido para Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DENÚNCIA
Funcionários demitidos do hospital não recebem rescisão trabalhista
ENCHENTE
PMA de Miranda e Defesa Civil municipal trabalham no resgate de famílias atingidas por enchentes
Geral
Curiosidade: quando foi fabricada a tecnologia Smartwatch
POLÍTICA
Presidente da Alems, Paulo Corrêa assume como governador em exercício de MS
COVID-19
Janeiro registra mais de 460 óbitos por coronavírus e já é o 3º pior mês da pandemia
MORTE POR COVID-19
Cinco dias após morte do marido, ex-primeira-dama de Dourados não resiste à Covid-19
EDUCAÇÃO
IFMS reabre prazo de matrículas da 1ª chamada para cursos técnicos integrados
Aprovados têm até esta quarta-feira, 27, para fazer a matrícula em cursos técnicos integrados ao ensino médio. Retificação altera datas previstas para novas chamadas
EDUCAÇÃO
Gabaritos do Enem serão divulgados nesta quarta-feira
CHUVA FORTE
Temporal em Corumbá causa queda de árvores e alagamentos
ECONOMIA
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas

Mais Lidas

DENÚNCIA
Funcionários demitidos do hospital não recebem rescisão trabalhista
ECONOMIA
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas
CHUVA FORTE
Temporal em Corumbá causa queda de árvores e alagamentos
MORTE POR COVID-19
Cinco dias após morte do marido, ex-primeira-dama de Dourados não resiste à Covid-19