Menu
sexta, 22 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Policiais penais se capacitam em Operações Especiais Prisionais em São Paulo

30 outubro 2020 - 09h42Tatyane Oliveira Santinoni, Agepen

Servidores integrantes do Comando de Operações Penitenciárias (COPE), da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), estão participando do Curso de Operações Especiais Prisionais, ofertado pela Team Six Brasil.

Os policiais penais, da área de Segurança e Custódia, Evaldo Zschornack e Welinton de Andrade Jara estão sendo capacitados e representando Mato Grosso do Sul no curso.

Além disso, as servidoras Dilma Colman (base do Cope em Dourados) e Marilene Souza (base do Cope em Naviraí), que já concluíram o curso ano passado, estão oferecendo suporte durante as aulas e o Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária (Sinsap/MS) contribuiu com o apoio logístico.

Realizada entre os dias 21 a 31 de outubro, na cidade de Avaré (SP), a capacitação envolve aulas de abordagens, imobilizações e algemações; atendimento de ocorrências envolvendo explosivos (conceitos); escolta de presos, a pé, em ambientes de risco; gerenciamento de crises e negociação de reféns localizados; intervenção tática prisional; operador de tecnologia não letal (nível básico); patrulhamento tático em áreas de risco; sobrevivência administrativa; socorro ao agente ferido (APH Tático); além de exercícios de vivacidade.

Este ano, o curso contou com 112 profissionais da segurança pública de 16 diferentes Estados do país, sendo 73 policiais penais e 39 de outras forças policiais e guardas civis metropolitanos.

Para os participantes, a interação com outras realidades prisionais gera uma gama de conhecimentos de procedimentos e técnicas. "Como policial penal tenho sempre que me aperfeiçoar para estar preparado em diversas situações. É de suma importância no ambiente prisional saber como proceder para preservar a segurança pessoal e da equipe e, em situações de confronto, estar capacitado para coordenar as circunstâncias e obter sucesso”, ressaltou o servidor Welinton.

Com 126 horas no sistema de imersão, o curso conta com instrutores qualificados e com ampla experiência em táticas prisionais e operacionais nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro; dentre eles, Getúlio Álvaro Bonifácio, Johnny Mascarenhas, Marco Antônio Dib, Robson José Pereira Ribeiro (Terror) e Vinícius Carvalho da Silva.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Trânsito
Vereador pede informações ao DNIT, sobre radares na rodovia BR 262
Tráfico de Drogas
Operação conjunta apreende mais de 5 toneladas de maconha em Ponta Porã
Dado Positivo
MS é um dos quatro estados sem registro de mortes por Covid-19 nos últimos dias
Preço Mais Justo
Agepan estuda viabilidade para reduzir taxa de abastecimento de água e esgoto em MS
Denúncia
Vereador quer saber se empresas estão cumprindo cotas para pessoas com deficiência
Serviço
Projeto de Lei propõe desconto por dia de interrupção de serviços de telefonia e internet
Retomada
TRE-MS retoma trabalho presencial no dia 3 de novembro
Imunização
Ribeiros do Taquari recebem vacina contra Covid nos dias 26 e 27
Prisão
Evadido é capturado em rondas no bairro Dom Bosco
Relatório Parcial
Operação de prevenção à incêndios completa sete meses com mais R$ 33 milhões em multas

Mais Lidas

Corumbá
Casal é levado para delegacia após bebedeira e briga
Colônia do Bracinho
Pantaneiro denuncia construção de barragem no Rio Taquari
Dois brasileiros foram presos
Denunciado por participação no roubo de aeronaves em Aquidauana é preso na Bolívia
Recurso
Vereador questiona uso do duodécimo do legislativo repassado para Santa Casa em 2020