Menu
sexta, 14 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Policiais Civis fazem nova paralização contra os R$ 200 de abono oferecido pelo governo

05 maio 2016 - 10h35Gesiane Medeiros
A proposta do Governo do Estado em ceder abono salarial de R$ 200 para todos os servidores públicos de MS, continua sendo negada pelos Polícias Civis, que realizam nesta quinta (5), a segunda paralisação em repúdio a proposta. A primeira aconteceu no dia 1° de Abril, e até o momento não há avanços nas negociações. Em Corumbá, assim como no restante do Estado, todos os investigadores, escrivães, peritos papiloscopistas, peritos criminais e auxiliares de perícia participam do movimento que terá duração de 24 horas, retornando as atividades às 8 horas de sexta (6). Para Israel Leite Bogarin, diretor-adjunto de assuntos trabalhistas, aposentados e pensionistas do Simpol (Sindicato dos Policiais Civil de Mato Grosso do Sul), “queremos receber de acordo com as particularidades e responsabilidades que desempenhamos. Uma das obrigatoriedades para concorrer a vaga de policial civil é a formação superior, e temos que receber de acordo com esse diferencial, outra reivindicação é a disponibilidade de material especifico para trabalho nas ruas, como coletes e munições”. A categoria pede reajuste de 16,5%, compatível com a inflação; retorno da 4° classe de trabalho, excluída pelo governo; equiparação salarial com os peritos e promoção automática por tempo de serviço. A proposta do governo é de efetuar o pagamento do reajuste em três parcelas, 6% este ano, 7% em 2017 e mais 7% em 2018, porém os servidores deram recusa a proposta. Segundo informações do Simpol, uma nova assembleia será realizada no sábado (7). Em todo o Estado, o contingente de 30% de pessoal está sendo mantido, conforme obrigatoriedade imposta por Lei, assim como os atendimentos públicos e flagrantes, como homicídios e lei Maria da Penha. Ao todo são aproximadamente 90 policiais participam da paralisação em Corumbá e Ladário, entre a 1° Delegacia de Polícia Civil, DAM (Delegacia da Mulher), DAIJI (Delegacia de Atendimento a Infância, Juventude e Idoso) e Delegacia de Ladário além dos Postos de Identificação e Perícia.      

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Uniderp abre seleção para mestrado e doutorado em Odontologia
Candidatos podem escolher entre duas áreas de concentração
SEGURANÇA PÚBLICA
Vereadora reivindica aumento do efetivo de policiais civis e militares na região
ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA
Município reforça enfrentamentos às violações de direitos de crianças e adolescentes
GERAL
Consórcio Brasil Central autoriza assinatura de contrato para importação da vacina Sputnik V
VACINAÇÃO
Poliesportivo está aberto para repescagem e aplicação de segunda dose da vacina da Covid-19
ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar o auxílio emergencial
SAÚDE
Mato Grosso do Sul recebe nesta sexta novo lote de vacinas da Coronavac
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Bombeiros socorrem vítimas de colisão de carros no Centro
PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS FLORESTAIS
Bia Cavassa trata com Tereza Cristina sobre recursos para capacitação de brigadistas
OPORTUNIDADE
IEL tem 91 vagas de estágio para Campo Grande, Camapuã e Corumbá

Mais Lidas

POLICIAL
PF prende quatro pessoas e apreende 180 kg de cocaína em MS
POLICIAL
PM apreende droga, plantas de maconha e prende autor de tráfico
POLICIAL
PM evita suicídio de homem, e o prende após violência doméstica
POLÍTICA
Iunes aceita convite do Podemos